Santo Antônio da Platina / PR33º21º20 de Fevereiro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 11/01/2018

Edição ImpressaEdição 3514

Ler Jornal
AGRONEGÓCIO

Começa a fase de implantação de pastagens

Comentar
Compartilhar
18 OUT 2017Por Portal DBO18h24
Depois do período da seca, agora chega o momento de preparar as novasFoto: Divulgação

Em algumas regiões do país, as chuvas já indicam que o período seco está chegando ao fim. Segundo o engenheiro agrônomo Marcelo Ronaldo Villa, do Departamento Técnico de Sementes do Grupo Matsuda, esse momento é estratégico para dar início à preparação para a implantação de novas pastagens, não só com a reforma das áreas cultivadas com forragens, como também no planejamento para a suplementação do gado, necessária nesse período de transição da estação seca para o período das águas.

Para ele, “o maior problema da pecuária tropical continua sendo a sazonalidade do pasto que, durante o inverno, perde a qualidade nutricional e diminui a produção de forragem. Nesse caso, se o pecuarista não se preparar com antecedência para aquele período, pouca coisa poderá ser feita quando o inverno chegar. Quem atua na área, sabe que o segredo da seca é um período chuvoso bem feito”.

Por essa razão, segundo Villa, o planejamento forrageiro tem sido a principal ferramenta para evitar o prejuízo. Um procedimento bastante simples para evitar tais problemas é o aproveitamento do excesso de forragem produzida no período chuvoso e o plantio da cana-de-açúcar como opção para a seca, entre outras técnicas, como o uso de leguminosas, como excelente opção para associação com as pastagens”.

Villa recomenda, ainda, que todos os pecuaristas tenham muito cuidado com a época de plantio, pois, com o início das chuvas em algumas regiões do Brasil, muitos têm vontade de começar a plantar. "Porém, não é só a umidade que determina a germinação das sementes, processo que depende também da temperatura do solo e da intensidade luminosa". De acordo com ele, uma temperatura noturna muito baixa, associada com uma diurna muito alta, compromete a germinação das sementes. "Mesmo quando chove bastante, há dias que são nublados, situação em que as sementes não germinam, pois o solo está molhado, há ausência de sol e o solo permanece frio”, comenta.

Blogs

Ver Todos os Blogs