Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Setembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/09/2018

Edição ImpressaEdição 3683

Ler Jornal
PECUÁRIA

Manifesto pede agilidade para PR se tornar área livre sem vacinação

Comentar
Compartilhar
23 OUT 2017Por Da Assessoria18h55
Representantes da Faep/Senar- PR, Ocepar e outros órgãos se reúnem com governador Beto RichaFoto: Faep

Os presidentes do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, e da Ocepar, José Roberto Ricken, entregaram, no dia 20 de outubro, documento ao governador Beto Richa que defende que o Paraná se torne área livre de febre aftosa sem vacinação o mais rápido possível. O manifesto conta com assinaturas de representantes de mais de duas centenas de entidades e pede que o Estado saia na frente para alcançar o status, desejado há décadas. O documento foi repassado a Richa durante a inauguração do frigorífico da C.Vale, em Palotina, no Oeste do Paraná.

O fim da vacinação é uma forma de afirmar, mais uma vez, aos players globais a força em relação às questões sanitárias. Afinal, o controle dos processos de um Estado que vende alimento é o principal cartão de visitas aos compradores internacionais. Hoje, 65% dos países compradores de carne suína estão de portas fechadas ao Paraná porque o Estado não possui o status sanitário livre de aftosa sem vacinação.

Atualmente, a vacinação contra febre aftosa no Paraná é exigência apenas para bovinos. Mas diferentemente do que possa parecer, o fim da obrigatoriedade da imunização afeta todas as cadeias – animal e vegetal. Os países compradores associam a dispensa da imunização ao fato de que o sistema sanitário da área em questão é robusto, confiável e está pronto a dar respostas de controle a eventuais enfermidades animais e vegetais em caso de emergência.

“Quando produtores rurais e indústrias ligadas à produção de carnes pedem que o Paraná seja declarado área livre de febre aftosa sem vacinação é porque enxergam o nosso grande potencial. E a partir do novo status vamos conseguir atingir novos mercados que valorizam e pagam mais pelos nossos produtos”, enfatiza Ágide Meneguette. Durante a inauguração, em seu discurso, o governador Beto Richa citou nominalmente a FAEP e a Ocepar. Ele enfatizou o papel decisivo do trabalho das entidades pela importância do agronegócio na economia do Estado e nacional.

Blogs

Ver Todos os Blogs