Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Setembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/09/2018

Edição ImpressaEdição 3683

Ler Jornal
ESTRATÉGIA

Andirá inicia plano de saneamento básico

A prefeita Ione Abib destacou que o município tem pressa na solução das demandas, já que há muito tempo sofre com dificuldades neste setor

Comentar
Compartilhar
05 MAR 2018Por Da Assessoria19h43
Os dados foram apresentados pelo técnico Agenor Martins Júnior arquiteto e urbanista da DRZFoto: Divulgação

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Andirá (Samae) apresentou, no último dia 28, na Câmara de Vereadores, o planejamento para implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico do Município, uma ação estratégia para solucionar os problemas e modernizar o sistema. Vereadores, secretários, técnicos envolvidos e a prefeita Ione Abib, foram participaram do evento para conhecer os detalhes do projeto.

O evento marcou o início da consolidação do plano e foi marcado por debates, questionamentos e relatos da situação local, apontando as demandas que o município terá que superar visando garantir mais eficácia no atendimento de serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, galerias pluviais e resíduos sólidos.

Os dados foram apresentados pelo técnico Agenor Martins Júnior arquiteto e urbanista da DRZ Geotecnologia e Consultoria Ltda, de Londrina, contratado via licitação para operar as análises e fomentar as estratégias a serem desenvolvidas nesta nova fase.

A prefeita Ione Abib, em sua explanação, destacou que o município tem pressa na solução destas demandas, já que há muito tempo sofre com dificuldades neste setor. O diagnóstico já começa nos próximos dias 14 e 15, com levantamento de campo. Serão analisados os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário; de drenagem e manejo de águas pluviais; e, limpeza pública e manejo de resíduos sólidos. “A importância do plano é a previsão do investimento para os próximos 20 anos, aprovado através de lei municipal. Todo recurso que solicitarmos nos órgãos estadual ou federal, tem que ter vinculação ao plano. Por isso a importância urgente”, destaca a prefeita.

De acordo com o técnico responsável pela coleta dos dados, será formado um grupo de trabalho que seguirá as diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Saneamento Básico e os princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos. O grupo de trabalho se reunirá periodicamente para análise dos avanços do diagnóstico e prospecção do planejamento estratégico e plano de execução (programas, projetos, ações), culminando com o relatório final do Plano Municipal de Saneamento Básico, elaboração da minuta de Lei e aprovação do plano. Todo o trabalho será apresentado em audiência pública à comunidade.

 

 

Blogs

Ver Todos os Blogs