Santo Antônio da Platina / PR33º21º20 de Outubro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/10/2018

Edição ImpressaEdição 3704

Ler Jornal
ANDIRÁ

Asfalto no Jardim Paulino Daláqua em fase de conclusão

Ao todo são 5.271,59 m2 de pavimentação; os recursos foram conseguidos por meio de convênio com o governo do estado no valor de R$ 407 mil

Comentar
Compartilhar
08 AGO 2018Por Da Assessoria19h09
Pavimentação está sendo concluída e moradores comemoramFoto: Divulgação

Os moradores do Jardim Paulino Daláqua - Sub 50 – terão nos próximos dias a pavimentação do bairro totalmente concluída.
A obra é uma reivindicação antiga da comunidade que sofria muito, principalmente nos períodos de chuva, com a dificuldade de acesso no local. A Prefeitura já está concluindo as obras. Ao todo são 5.271,59 m2 de pavimentação. 
Dona Maria de Lourdes Maciel, 63 anos, moradora da comunidade, aprovou o trabalho: “Acabou a terra, o barro. Está bem melhor, graças a Deus. Com a chuva a gente não conseguia fazer nada. Com o vento, a terra entrava dentro de casa e a gente sofria muito até com falta de ar. Agora está bem melhor”, destacou, contente.
Gabrielle de Paula, estudante, moradora da comunidade, também apontou as melhorias já ocasionadas com o asfalto no bairro: “ Melhorou por que quando chovia não dava pra ir pra escola. Muito barro. Um transtorno”, destacou. 
A Prefeita, Ione Abib esteve no local conversando com moradores e conferindo os trabalhos. “Finalmente o asfalto começou a cobrir as ruas aqui e brevemente o pessoal vai ficar livre da poeira, que tanto atormentava a população. É uma grande satisfação ver os trabalhos acontecendo e a população sendo beneficiada”, destacou.
Além da pavimentação, foi realizada a instalação das galerias da rede de água, instalação de bocas de lobo (dispositivo destinado a captação de águas pluviais, direcionando-as para o sistema de galerias); Caixas de Ligação e Poço de Visita (cuja função primordial é permitir o acesso às canalizações para efeito de limpeza e inspeção), Dissipador de energia (dispositivo para redução de velocidade da água que escoa pela rede). 
A obra ficou em  R$ 407 mil, e só possível graças a um convênio com o Governo Federal (Ministério das Cidades), além da contrapartida do município.  O objetivo foi garantir mais qualidade de vida e serviços de infraestrutura para a comunidade.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs