Santo Antônio da Platina / PR33º21º20 de Agosto de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 16/08/2018

Edição ImpressaEdição 3663

Ler Jornal
UENP

Mulheres e pessoas entre 30 e 40 anos são maioria dos inscritos em Gestão Pública EAD

Comentar
Compartilhar
12 FEV 2018Por Da Assessoria12h11
55% dos inscritos no curso são mulheresFoto: Divulgação

Mais de 280 estudantes ingressaram no curso superior a distância de Tecnologia em Gestão Pública, oferecido pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Dados apontam que cerca de 55% dessas vagas estão ocupadas por mulheres, enquanto os homens ficam com os demais 45%. No quesito faixa etária, a maioria dos estudantes (cerca de 35%) tem entre 30 e 40 anos. A acadêmica mais jovem do curso possui 19 anos, enquanto o estudante mais “experiente”, 69.
Conforme informações da Coordenadoria de Educação a Distância (CEAD/UENP), cerca de 31% dos acadêmicos tem entre 20 e 30 anos, enquanto 21% está na faixa de idade entre 40 e 50. O curso possui ainda 9% de estudantes entre 50 e 60 anos, e dois alunos com mais de 60.
A média de idade dos acadêmicos do curso da UENP é de 36,1 anos, ligeiramente abaixo da faixa etária média de estudantes desta mesma graduação a nível nacional, que é de aproximadamente 37 anos, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
Ainda segundo dados do INEP, a média de idade de estudantes de nível superior presencial é de 26 anos, enquanto a dos acadêmicos da educação a distância fica por volta dos 33. Segundo o coordenador do curso de Tecnologia em Gestão Pública da UENP, professor André Luís Salvador, a média de idade está em sintonia com o nível dos profissionais presentes no serviço público.
“Este curso é formatado para a capacitação de profissionais que já atuam no setor público, alguns, funcionários de carreira que já trabalham e querem se aprimorar ainda mais na gestão pública através da graduação”, afirma.
“Também há pessoas que ainda não atuam no serviço público, mas querem ter uma graduação na área para, ao ingressar no setor estatal, já estarem melhor preparadas, além daquelas que realmente apenas nunca se cansam de aprender. Muitas já são graduadas e querem um segundo diploma”, complementa o coordenador.

Oportunidade para quem quer e precisa
Silvio Petrini, 24, é servidor público municipal em Jacarezinho e está matriculado no curso de Gestão Pública da UENP. Para ele, os estudos podem contribuir para o aprimoramento do trabalho no órgão executivo.
“Espero que o curso agregue mais conhecimento ao meu trabalho, e que eu possa desenvolver um maior rendimento na Prefeitura, principalmente visando o bem do município”, acentua Petrini.
Para o professor Salvador, muita gente que critica o EAD desconhece a modalidade. “O EAD tem princípios e públicos diferentes em relação ao presencial. Assim como existem graduações presenciais de boa e má qualidade, também há cursos EAD de ambos os jeitos. De qualquer forma, é uma modalidade que tem se aperfeiçoado e atraído estudantes mais jovens também. A tendência é que a média de idade dos acadêmicos caia”, conclui Salvador.
Aula Inaugural
Na noite de 5 de fevereiro, estudantes compareceram pessoalmente aos Polos UAB da UENP na região e acompanharam a aula inaugural, realizada no Palácio do Iguaçu, em Curitiba. Em Jacarezinho, cerca de 40 estudantes assistiram ao vivo à transmissão da Aula Inaugural. Os alunos puderam ainda conversar com tutores e os responsáveis pelo Polo.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs