Santo Antônio da Platina / PR33º21º13 de Dezembro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 08/12/2017

Edição ImpressaEdição 3493

Ler Jornal
S.A. PLATINA

Pedro Claro contesta declarações sobre falta de vagas em creches

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2017Por Luiz Guilherme Bannwart20h10
Pedro de Claro de Oliveira: “Em razão dos compromissos de campanha, acredito, a atual gestão optou por nomear diretores e secretários”Foto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

O ex-prefeito de Santo Antônio da Platina, Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM), contestou na tarde de segunda-feira, 12, as justificativas da secretária municipal de Educação Adriane Cavatoni Vicário para o déficit de vagas nas creches do município. O democrata disse que ao fim do seu mandato (em 2016) deixoutrês Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) para serem inaugurados em janeiro, e atribuiu o problema ao excesso de nomeaçõesem cargos de comissão pela atual gestão, o que segundo ele, comprometeu a folha de pagamento impedindo a contratação de professores.

O democrata disse que o último levantamento apresentado pela Secretaria Municipal de Educação durante a sua administração apontou déficit de 350 vagas nas creches do município, que seriam supridas com a inauguração prevista dos três Centros de Educação Infantil concluídos na sua gestão.“O Cmei Laura Bahena, no Conjunto Habitacional Vitória Régia, o Professor Herivelto do Prado, na Vila Ribeiro, e o São Gabriel, no Conjunto Álvaro de Abreu foram concluídos e poderiam ter sido inaugurados em janeiro, o que não ocorreu. Além de não funcionar para suprir a falta de vagas existente, as creches estão sendo alvos constantes de vandalismo gerando despesas aos cofres públicos”, pondera.

Oliveira Neto também rebateu as declarações da secretária de Educação aojustificar o déficit de vagas nas creches atribuindo o problema ao número de nascimentos acima da média no município, e culpou a atual administração. “Pode até estar nascendo mais crianças no município que o habitual, mas elas não vão para a creche no primeiro ano de vida. A Secretaria de Educação promove estudos que indicam a falta de vagas, e os dados são incluídos no orçamento para a execução dos projetos necessários para atender a demanda. Acontece que não há dinheiro em caixa para contratar professores, o índice está no limite e logo deve estourar”, prevê o ex-prefeito. “Há profissionais aprovados em concurso público aguardando nas filas de espera, assim como os pais que buscam vagas nas creches para seus filhos.No entanto, em razão dos compromissos de campanha, acredito, a atual gestão optou por nomear diretores e secretários”, avalia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 766 crianças aguardam por vagas em creches na cidade. A secretária da pasta, Adriane Vicário, informou que os três Cmeis citados pelo ex-prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto serão inaugurados no segundo semestre deste ano, e que a construção de outras duas unidades estão previstas em orçamento.

Blogs

Ver Todos os Blogs