Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Fevereiro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 11/01/2018

Edição ImpressaEdição 3514

Ler Jornal
DESPERDÍCIO

Vereador denuncia abandono de Usina de Reciclagem

Vereador Vanderlei de Carvalho fez fotos e vídeos no local e postou em sua rede social; moradores se mostram indignados

Comentar
Compartilhar
02 FEV 2018Por Gladys Santoro22h01
Obras da Usina de Recicláveis estão paralisadas há anos; mato tomando conta do localFoto: Vanderlei de Carvalho

O vereador de Ribeirão Claro, Vanderlei Luiz de Carvalho (PSD), postou fotos e vídeos em seu facebook mostrando o abandono da Usina de Reciclagem, que começou a ser construída na cidade (rodovia entre Ribeirão Claro e Jacarezinho), em 2013, com a finalidade de separar o lixo seco do molhado, evitar contaminação do solo e ainda oportunizar renda para os membros da cooperativa de reciclagem, que também foi criada, mas que nunca entrou em atividade. Em um dos vídeos, o vereador mostra um caminhão de coleta, conseguido por meio de convênio entre a prefeitura e a Funasa, que segundo o parlamentar, jamais foi usado e está estacionado no pátio da prefeitura juntando ferrugem há cerca de seis meses. 

A Usina de Reciclagem acabou se tornando um lixão a céu aberto. Para reduzir o volume, o vereador filmou um operador de máquinas trabalhando em meio à fumaça. “Eles colocam fogo no excesso porque acredito que o volume de lixo é muito grande”, disse.

“Essa Usina passou pela aprovação da Câmara Municipal na época. No ano passado, também aprovamos um recurso de mais de R$ 700 mil para aquisição de equipamentos para a cooperativa e para a compra de um caminhão prensa, porém, nenhum desses materiais chegou na cidade. Também no ano passado, fizemos reunião com o pessoal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Na época fomos informados que o local precisava de aprovação do IAP. Decidimos então encaminhar um documento explicando a situação a deputados estaduais para que nos ajudassem a fazer a obra andar, porém, esse documento nunca foi elaborado e jamais chegou nas nossas mãos para ser assinado”, lamentou.

Para o vereador, além do abandono da Usina, que causa prejuízos aos cofres públicos, o não funcionamento da cooperativa significa uma renda a menos aos integrantes dela. “A cooperativa deveria estar em atividade, nem que fosse parcialmente. As pessoas ganham dinheiro com recicláveis e essa renda ajuda na subsistência das famílias mais carentes”, comentou.

Para Vanderlei, a prefeitura tem outros planos para a Usina. “Acredito que vão deixar essa desaparecer para mais para frente, começar outra, só que os vereadores são eleitos para fiscalizar o executivo e é isso que eu estou fazendo. Se há problemas com o IAP, vamos tentar resolvê-lo, mas deixar de lado o que já foi começado é desperdício do dinheiro público”, comentou.

A reportagem da Tribuna do Vale resgatou uma matéria feita em 2013, sobre as obras da Usina de Reciclagem. O texto informa que a primeira etapa da construção estava prestes a terminar e que os investimentos chegavam perto dos R$ 400 mil. O prefeito, na época, acreditava que para concluir os trabalhos seria necessário mais R$ 220 mil, incluindo equipamentos para coleta do lixo e que a Usina teria uma vida útil de aproximadamente 20 anos.

A área onde a obra teve início tem dois alqueires e a meta era acabar com o lixão.

A reportagem da Tribuna do Vale também entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura para saber se há projetos de continuidade da construção da Usina e ativação da cooperativa, mas até o fechamento desta edição, não houve retorno por parte da administração municipal.       

Indignação nas redes sociais

A postagem das fotos e vídeos feitos pelo vereador Vanderlei provocou uma serie de comentários, a maioria de moradores indignados com a situação, como  Francielli Marques que disse: “Mais que vergonha meu Deus. O que eles estão fazendo lá dentro nada....”

Maristela Costa disse: “Nossa, que pouca vergonha”.

Ronaldo Oliveira: “Parabéns pelo trabalho”

Francisca Giandelini: “É isso mesmo Vanderlei. Ta uma vergonha”.

Jessé Dias: “Como assim? Deixar parado o caminhão ...tão esperando o que?”.

João Angrisoni: “Judiação um caminhão novo desse abandonado no pátio”.

Lucia Aparecia: “Vergonhoso, lamentável. Eita administração ruim, ‘orrível’, porca, safada”.

 

 

 

 

 

Blogs

Ver Todos os Blogs