Santo Antônio da Platina / PR33º21º18 de Novembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 13/11/2018

Edição ImpressaEdição 3722

Ler Jornal
RIBEIRÃO CLARO

Vereadores aprovam revisão salarial

Aumento para vereadores, prefeito e vice foi recebido com antipatia pela comunidade local

Comentar
Compartilhar
25 JAN 2018Por Da Redação20h15

A Câmara de Vereadores de Ribeirão Claro, em sessão realizada na última terça-feira (23), aprovou os projetos de leis 001, 002 e 003/2018 encaminhados pelo Executivo, que estabelecia revisão geral de salários e subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores, magistério e demais servidores municipais. O objetivo das matérias era repor as perdas salariais do ano de 2017, estimada em 2,07%, conforme a variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

As matérias relativas ao funcionalismo, que recebe amplo apoio popular, foram aprovadas por unanimidade, demonstrando que os próprios vereadores sentem na pele o repúdio popular ao reajuste concedido aos agentes políticos. Quando os legisladores analisaram a pauta envolvendo eles mesmos, o prefeito e vice, era visível a preocupação com o impacto negativo na sociedade: o placar foi de 4 a 3 quase necessita do voto de minerva do presidente, para desempatar.

Votaram contra o reajuste aos agentes políticos os vereadores Marcelo Molini, Sarita Baggio de Matos e Vanderlei Luiz de Carvalho. Favoráveis ao aumento votaram Aguinaldo Elias da Silva, Carlos Roberto dos Reis, Irani Barbosa e Valter Zacarias Barreto, o Cocão.

Custo

O impacto sobre as despesas com salários de servidores e subsídios dos agentes políticos não é grande, mas preocupa porque o Município já recebeu alerta do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre o comprometimento da folha de pagamentos em relação à arrecadação municipal.

Além do prefeito que ganha R$ 13.044,53, o vice-prefeito, João Carlos Bonatto, que responde pela secretaria de Agricultura recebe R$ 5 mil mensais e cada vereador R$ 4.858,35 mensais. Com a revisão salarial, a Câmara de Ribeirão Claro passa a ter um custo ao contribuinte de R$ 80 mil mensais.

    

 

Blogs

Ver Todos os Blogs