Santo Antônio da Platina / PR33º21º23 de Junho de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 23/06/2017

Edição ImpressaEdição 3382

Ler Jornal
COLUNA

Benedito Francisquini

Cambaraense, apaixonado pela comunicação e entusiasta da tecnologia.

Panorama Regional

Comentar
Compartilhar
11 MAR 2016Por Benedito Francisquini10h53

Afonso Junior

O ex-prefeito Celso Schmidt, em entrevista por telefone, no final da tarde de ontem, pediu que a coluna retificasse uma informação publicada na edição de quinta-feira (10), na qual era dada como certa sua transferência e do ex-prefeito José Afonso Junior do PSC para o PSD. Segundo ele, a decisão de mudança só ocorrerá após uma consulta com todos os membros do atual partido, principalmente porque os filiados terão a opção de transferência até dia 18 deste mês, quando termina a “janela” partidária.

Agitação

Na edição de ontem a Tribuna do Vale veiculou reportagem informando que o PSC planeja lançar candidatura própria e antecipou a possibilidade de migração de Celso Schmidt e José Afonso Junior para o PSD, possibilidade influenciada pela migração do deputado e secretário Ratinho Junior, que deixa a presidência do PSC para assumir o controle da agremiação nacionalmente comandada pelo ministro das Cidades Gilberto Kassab.

Reflexão

Schmidt disse que os membros da Comissão provisória do PSC farão uma análise sobre o melhor caminho e garantiu que só depois disso o grupo vai decidir o rumo a seguir. Não está descartada a transferência para o PSD, mas isso não implica um rompimento do o PSC, pois, juntas, as duas agremiações representa uma força política com chances reais de vitória nas próximas eleições.

Takayama

Ontem, no início da noite, o deputado federal Edmar Arruda informou mudanças de planos com relação a seu futuro partidário. Ele deveria assumir a presidência do PSC, com a saída de Ratinho Junior para o PSD. Ocorre que o líder nacional do PSD não aceitou a permanência de Arruda na agremiação de origem por este fazer parte da Comissão de Orçamento da Câmara Federal. A solução de última hora foi chama o também federal Hidekazu Takayama para assumir a presidência do PSC, tendo na vice o deputado estadual Leonaldo Paranhos. Ele confirmou que contará com a ajuda do platinense Admar Pucci Junior na direção do Diretório Estadual.

Evandro Junior

O presidente do PSDB de Maringá, deputado Evandro Junior, coordenou nesta quinta-feira, 10, o terceiro encontro regional do partido que aconteceu na Cidade Canção, com a presença do presidente estadual dos tucanos, deputado Ademar Traiano, e o presidente do Instituto Teotônio Vilela, Marcello Richa. "São encontros preparatórios que estão organizando o partido e suas lideranças para as eleições municipais de outubro. É muito importante a participação do PSDB, com chapas fortes de prefeitos e vereadores em todas as cidades do Noroeste", diz Evandro Junior.

Confirmado

Foi oficializada ontem, quinta-feira, a filiação do secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano do Paraná, Ratinho Junior, no Partido Social Democrático (PSD). A mudança partidária ocorre principalmente pela busca de novos desafios políticos, a busca de um partido moderno, inovador, dinâmico e também parcerias  políticas que continuem focando no trabalho, desenvolvimento e principalmente por mais qualidade de vida para população do Paraná. O secretário ressaltou que o PSD é  um partido forte e que vai possibilitar um trabalho ainda maior para os paranaenses.

Juntos

Em relação ao Partido Social Cristão (PSC), Ratinho Junior garantiu, "vamos continuar caminhando juntos, compartilhando os mesmos valores e trabalhando por um Paraná mais forte. Um novo Paraná". Na cerimônia, que contou com a presença do presidente estadual do PSD e chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra e também do presidente municipal do PSD, Ney Leprevost, Ratinho Junior destacou a importância de um partido com expressão nacional, como é o PSD, para que o processo de impeachment contra a presidente ganhe força. “ Tenho a certeza que, aqui no Paraná,  vou ajudar o PSD a reforçar o pedido de milhões de brasileiros, que é a saída da presidente Dilma do poder. Não vamos compactuar com os desmandos pelos quais o nosso país tem passado. A saída dela representa a retomada do crescimento e a recuperação  do Brasil, finalizou, Ratinho Junior.

Sem mortes

Para os moradores de 43 municípios do Paraná, os assassinatos não são uma preocupação. Essas cidades, que correspondem a praticamente 10% do total de municípios paranaenses, estão há quatro anos, desde 2012, sem registrar homicídio doloso (com intenção de matar). No Norte Pioneiro, dois municípios estão nessa situação: Barra do Jacaré e Quatiguá.