Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Julho de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/07/2018

Edição ImpressaEdição 3641

Ler Jornal
COLUNA

Benedito Francisquini

Cambaraense, apaixonado pela comunicação e entusiasta da tecnologia.

Panorama Regional

Comentar
Compartilhar
09 MAI 2018Por Benedito Francisquini10h28

Solidariedade suicida

A vereadora platinense Mirian Montanheiro desde sua candidatura ao legislativo traz no currículo formação acadêmica invejável, fazendo crer que, embora pertencente à base do prefeito Zezão exerceria uma atuação crítica, ou seja, favorável aos projetos de interesse público, mas firme nos eventuais equívocos cometidos pelo Executivo. Mas não é isso o que está se vendo. Ela sai em defesa do prefeito, mesmo em situações insustentáveis. Na melhor das hipóteses, mantém-se calada quando a situação é indefensável.

 

Descontente

A abstenção do vereador Breno, na votação do projeto de lei complementar do Executivo na sessão de segunda-feira soou como um alerta ao prefeito Zezão. Ele que trate melhor sua base sob pena de ficar órfão no Legislativo.

 

E daí Panigada?

Fato curioso foi presenciado pelo vereador Flavinho Maiorky, de Santo Antônio da Platina ao deparar-se com máquinas da prefeitura, em pleno final de tarde, a caminho do bairro Água Branca, justamente onde estão as propriedades da família Panigada, secretário de Obras do Município. Naquele horária os equipamentos deveriam estar retornando para o barracão da prefeitura, não o contrário. Em tempo: a estrada daquela comunidade é uma das mais bem conservadas do Município!   

 

Respirando

O prefeito de Jacarezinho, o médico Sergio Faria, ou Dr. Sérgio, como é mais conhecido, parece está vivendo alguns momentos de paz. Ele enfrentou, até recentemente, um inferno astral, com problemas da vida pessoal tumultuando sua atuação profissional e até como gestor público. O último caso foi uma escaramuça dentro do hospital com uma ex-namorada, que valeu até alguns sopapos e xingamentos que terminou na delegacia. Parece que agora ele respira um pouco mais aliviado.

 

Expectativa

Membros do PSDB e de outras lideranças políticas de Cambará aguardam ansiosos pela decisão do ex-vice-prefeito e empresário Luis Antônio Dias, o Luis da Certano, como é mais conhecido. No final de 2017 ele indicou que poderia ser candidato a deputado estadual, mas condicionou a decisão a uma reunião familiar e empresarial, tendo em vista que seu grupo econômico, a Certano, está em ampla expansão e sua presença na direção geral é fundamental.

Descartado

Outro grande líder empresarial que foi prefeito três vezes de Joaquim Távora, Tarcizo Messias dos Santos, diretor da Frangos Pioneiro, foi sondado para lançar-se a deputado estadual. Ele mostrou-se feliz pela lembrança, mas acha que sal atuação à frente de seu grupo econômico é mais útil ao Paraná neste momento.

 

Silêncio

Está causando estranheza o silêncio de alguns pré-candidatos tidos como concorrentes neste ano. Mounir Chaowiche, ex-presidente da Sanepar, fez um barulhão danado no final de sua gestão à frente da estatal, mas agora mantém silêncio. Outro que anda quieto é Pedro Claro, pré-candidato a estdaul

 

Decidido

Já, o ex-deputado federal, Chico da Princesa deixa claro que é pré-candidato a deputado estadual pelo PR. Ele já firmou parceria com o pré-candidato ao governo pelo PDT, Osmar Dias.

 

Carga total

Dois pré-candidatos que prometem uma dobradinha da pesada em vários municípios da região é Pedro Lupion, que sai a federal, e, Luiz Cláudio Romanelli, que planeja continuar na Assembleia Legislativa.