Santo Antônio da Platina / PR33º21º13 de Dezembro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 08/12/2017

Edição ImpressaEdição 3493

Ler Jornal
ECONOMIA

Gasolina chega a R$ 4,23 em Ribeirão do Pinhal

Comentar
Compartilhar
10 OUT 2017Por Da Redação19h22

O preço da gasolina aditivada em Ribeirão do Pinhal chegou aos R$ 4,23 terça-feira, 10. Mesmo com as baixas anunciadas pela Petrobrás nas refinarias nos últimos dias, o preço ainda continua bem salgado para o consumidor. Entre os dias 4 e 7 a gasolina teve uma redução de 3,3% nas refinarias e o diesel diminuiu em 3,8%.

 Ontem, a estatal anunciou mais uma redução no diesel de 1,3% e um aumento de 1,5% na gasolina. Essa constante oscilação, faz com que o preço nas bombas seja alterado com frequência, mas a reclamação dos consumidores ainda é grande. “Para encher um tanque a R$ 4,23 tem que ser muito corajoso, e a gasolina comum em R$ 4,14 também não está ajudando muito. Dá uma diferença de preço absurda em comparação com outras cidades”, comentou o morador Pedro Henrique Soares.

 Em Santo Antônio da Platina é possível encontrar a gasolina comum a R$ 3,89, ou seja, uma diferença considerável de preço. Em um tanque cheio de 50 litros, por exemplo, representa uma diferença de R$ 17 no bolso do consumidor.

 O valor de R$ 4,23 praticados por litro da gasolina corresponde ao mesmo valor de aproximadamente 10 pães francês, o suficiente para alimentar cinco pessoas. “Precisamos aprender a economizar para não sair no prejuízo”, disse o morador.

Dicas de Economia

Nesta semana, a UOL elencou algumas dicas com especialistas para conseguir mais economia de combustível. A primeira dica é não cair na armadilha do combustível adulterado, recomenda-se abastecer com combustível de qualidade, com procedência garantida e preferencialmente em posto com bandeiras conhecidas para reduzir o risco de colocar no tanque um produto adulterado, que eleva o consumo e ainda pode causar danos ao motor e outros componentes do veículo.

Não é indicado encher completamente o tanque; não rodar com o combustível na “reserva” porque pode causar prejuízos. Evitar carregar muito peso porque isso aumenta o consumo e dirigir mais devagar, com acelerações lineares e troca de marchas no tempo certo, sem "esticar" se não houver necessidade. Evitar frenagens e desacelerações bruscas para não apenas poupar combustível, como também prolongar a vida útil de diversos componentes.

Blogs

Ver Todos os Blogs