Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Outubro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 18/10/2017

Edição ImpressaEdição 3460

Ler Jornal
BENEFÍCIO

Lucro do FGTS será distribuído; saiba quem pode sacar, quando e quanto

Comentar
Compartilhar
11 AGO 2017Por Bem Paraná17h53
Nos próximos dias, a Caixa irá lançar um site específico para que o trabalhador possa fazer esse cálculo automaticamenteFoto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

Pela primeira vez, os trabalhadores vão receber metade dos lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A partir de 31 de agosto, R$ 7,28 bilhões serão depositados nas contas do fundo de 88 milhões de brasileiros. Antes, o lucro obtido quando o dinheiro era emprestado para trabalhadores e empresários era reaplicado no próprio fundo. Funciona assim: o FGTS empresta recursos para um cidadão financiar uma casa, mas quando o empréstimo é quitado, há um lucro com a operação. Antes, esse recurso voltava para o fundo para ser emprestado novamente.

Nos próximos dias, a Caixa irá lançar um site específico para que o trabalhador possa fazer esse cálculo automaticamente. Para acessá-lo, basta fazer o cadastro com o número do CPF e do PIS.

A partir de agora, parte desse resultado será dividido com o trabalhador. Metade do lucro, todo ano, passará a ser depositado nas contas do FGTS. No caso do depósito que será feito em 31 de agosto, ele é referente ao resultado obtido pelo fundo em 2016. Mas você sabe como calcular:

COMO CALCULAR

1) O primeiro passo é verificar o saldo disponível em sua conta do FGTS no dia 31 de dezembro de 2016, seja de contas ativas ou inativas. É possível encontrar essa informação nos extratos, seja no site e a aplicativo do FGTS oou em correspondência enviada pelos Correios.

2) A seguir, basta calcular o rendimento de 1,93% sobre esse valor, ou seja: multiplicá-lo, mais precisamente, por 0,01937845. Veja os exemplos abaixo:

Vale lembrar que não importa se o trabalhador sacou esse dinheiro em 2017 ou não. O cálculo será feito sobre o saldo em conta no dia 31 de dezembro de 2016.

Saldo em 31/12/16

Saldo em 31/12/2016               Valor a ser creditado

 R$ 100                                     R$ 1,93

R$ 1.000                                   R$ 19,37

R$ 10.000                                 R$ 193,78

R$ 100.000                               R$ 1.937,85

Contas do FGTS

O dinheiro será depositado em 31 de agosto para 88 milhões de trabalhadores. No total, serão 245,7 milhões de contas. É normal o trabalhador ter mais de uma conta, porque ao mudar de empresa, uma nova conta é aberta no nome dele.

Esse dinheiro extra não poderá ser sacado pelo trabalhador da mesma maneira como ocorreu com as contas inativas do FGTS. Apenas em ocasiões especiais, os recursos poderão ser usados, como na compra da casa própria ou em caso de demissão sem justa causa.

Como saber se tem direito

A CAIXA criou um serviço de atendimento por meio do seu site para facilitar o atendimento ao trabalhador que tem direito ao benefício. Na página, será possível visualizar o valor que foi depositado.

Outra opção de atendimento aos trabalhadores é o Serviço de Atendimento ao Cliente, pelo 0800 726 2017. Por meio dele, será possível saber o valor do crédito dos rendimentos de todas as contas que possuíam saldo em dezembro. Para realizar a consulta no 0800 ou no site, o trabalhador deverá informar o nome completo, o CPF ou o nº do PIS.

História do FGTS

Criado no dia 13 de setembro de 1966, o FGTS funciona como uma poupança paga pelo empregador em nome do empregado, equivalente a 8% da remuneração. Esse valor não é descontado do salário.

Nos últimos 10 anos, o FGTS financiou 7 milhões de moradias, o que beneficiou mais de 28 milhões de brasileiros. A estimativa é de que mais de 24 milhões de postos de trabalho tenham sido abertos em vistas das obras financiadas pelo fundo na última década.

Blogs

Ver Todos os Blogs