Santo Antônio da Platina / PR33º21º20 de Fevereiro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 11/01/2018

Edição ImpressaEdição 3514

Ler Jornal
ESTADO

Sebrae/PR valoriza o empreendedorismo feminino no Estado

Comentar
Compartilhar
26 SET 2017Por Da Assessoria18h34

Elas são bonitas, bem-sucedidas, empreendedoras e, merecidamente, vencedoras. Na cerimônia de entrega da 13ª edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (PSMN) realizada nesta segunda-feira (25), em Curitiba, seis exemplos de persistência, dedicação e superação foram reconhecidos pelo Sebrae/PR. As seis finalistas da etapa estadual, representam as 232 inscritas no concurso que valoriza o empreendedorismo feminino por meio de projetos que transformam vidas e impactam positivamente na sociedade.

A competição foi dividida nas categorias Pequenos Negócios (proprietárias de micro e pequenas empresas que estejam estabelecidas formalmente há, no mínimo, um ano) e Microempreendedora Individual (mulheres que trabalhem por conta própria, com faturamento máximo anual de R$ 60 mil, também estabelecidas formalmente há, no mínimo, um ano). 

Primeira colocada, Ouro na categoria Pequenos Negócios, a psicóloga Francielli Scharnovski Gonçalves, mãe de dois filhos, de Cascavel, no Oeste do Paraná, se emocionou ao relatar momentos de renúncia à família e à vida pessoal enquanto corria atrás de seu sonho. “Não foi fácil chegar até aqui. Nós mulheres acumulamos múltiplas funções e somos cobradas igualmente por nosso bom desempenho em realizar todas elas. Este prêmio é um incentivo a todas que matamos vários leões por dia para seguirmos em frente e realizarmos nossos sonhos”, testemunhou. Ela é proprietária da Eu Magro, empresa que surgiu em 2013 com objetivo de ajudar pessoas com dificuldade de emagrecimento.

O Sebrae teve papel fundamental na estruturação da ideia que virou empresa e em apenas três anos já contabiliza 1,5 mil clientes atendidos com mais de “7 mil” quilos eliminados. “Fiz o Empretec e muitas portas se abriram. Tive todo o suporte para implementar um bom processo de gestão e hoje estamos em expansão pelo sistema de franquias. Esse prêmio é só o começo de um projeto que nasceu para transformar vidas”, declarou.

Também foram premiadas nesta categoria, as microempresárias Michele Bertoletti, da Vinhos Sanber, de Bituruna, sul do Paraná, segunda colocada (Prata); e Adriana Dias Pontin, da Excelência em Festas, de Londrina, que conquistou o terceiro lugar (Bronze), por sua atuação na área de eventos sociais e corporativos.

De Joaquim Távora, no Norte do Estado, vem a vencedora, Ouro na categoria Microempreendedora Individual (MEI). Sirlei Cabral, da Boutique Chique, mudou de vida há 7 anos quando assumiu a confecção de acessórios para cabelos de sua filha. Com um olhar empreendedor e humano, muitas das clientes que usam os produtos (turbantes, perucas e lenços) estão em tratamento contra o câncer. Ela conseguiu aliar talento, trabalho e responsabilidade social em seu empreendimento, e hoje comemora a prosperidade.

“O Sebrae está comigo desde o começo e me ajudou muito no planejamento financeiro, orientando como controlar os gastos e a dar um passo de cada vez para não cair em armadilhas. Tudo que invisto utilizo recursos próprios, sem empréstimos e isso é muito gratificante”. Esse prêmio não é só meu. É todas as mulheres corajosas que apostam em suas ideias e dedicam seu tempo em seus projetos. Com força de vontade, um bom planejamento e trabalho não tem como não dar certo”, afirmou.

Na mesma modalidade, Enedi do Nascimento Lozeckyi, da Fashion N (confecção feminina), de Guarapuava, levou a Prata; e a jornalista Kelli Cristina Scherer, de Marechal Cândido Rondon, Oeste do Estado, ficou com o Bronze, por seu trabalho à frente da Revista Paz.

Para o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Tioqueta, o reconhecimento do trabalho e das histórias de vida dessas mulheres é importante para estimular o empreendedorismo e promover a igualdade nos negócios. 

“A trajetória delas comprova que o planejamento e a diferenciação são fundamentais para uma empresa obter resultados. Dois fatores merecem destaque. A oportunidade de mostrar ideias que se transformaram em negócios bem-sucedidos dessas seis mulheres que hoje representam milhares de empreendedoras do Paraná. E segundo, é uma satisfação ouvir como o Sebrae pôde fazer a diferença no caminho percorrido por elas até esse prêmio. Seja por uma capacitação, um treinamento, apoio na gestão ou por orientações, participamos das histórias gerando valor para as empreendedoras”, destacou.

Dados da Pesquisa GEM, que mede o grau de empreendedorismo no Brasil, revelam que de 2006 a 2016, a cada três empreendimentos abertos no Brasil, dois são comandados por mulheres. Para o coordenador do PSMN no Paraná, Lucas Hahn, consultor do Sebrae/PR, isso comprova a importância de premiar exemplos de pessoas que transformaram boas ideias em negócios bem-sucedidos. “O prêmio reconhece projetos de empreendedoras que superaram muitas dificuldades e venceram os obstáculos. E isso pode inspirar outras mulheres que sonham empreender. É preciso ter coragem e buscar qualificação para se tornar bem-sucedida. E neste processo o Sebrae oferece todas as ferramentas para apoiar os empreendedores, desde a idealização do projeto até a concepção efetiva do negócio”, concluiu.

Também participaram da cerimônia de premiação da 13ª edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (PSMN), o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, e o diretor de Administração e Finanças, José Gava Neto. Agora, o concurso avança para a etapa nacional, que será realizada em novembro, em Brasília.

Confira as vencedoras:

Categoria Microempreendedora Individual

Bronze: Kelli Cristina Scherer – Empresa Revista Paz, de Marechal Cândido Rondon

Prata: Enedi do Nascimento Lozeckyi – Empresa Fashion N, de Guarapuava

Ouro: Sirlei Cabral – Empresa Boutique Chique, de Joaquim Távora

Categoria Pequenos Negócios

Bronze: Adriana Dias Pontin – Empresa Excelência em Festas, de Londrina

Prata: Michele Bertoletti Rosso – Empresa Vinhos Sanber, de Bituruna

Ouro: Francielli Sharnovski Gonçalves – Empresa Eu Magro – Programa Personalizado, de Cascavel

SEBRAE/PR 45 ANOS

O Sebrae/PR comemora este ano quatro décadas e meia de atuação em defesa dos pequenos negócios. As micro e pequenas empresas representam 98,5% do total de empreendedores no Brasil, respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e geram a maioria empregos no país. No Paraná as micro e pequenas empresas correspondem a 97% das empresas do Estado e geram 90% dos empregos formais, neste momento. Formalização, inovação, redução da burocracia, ampliação do acesso ao crédito, educação empreendedora e melhoria do ambiente legal fazem parte do compromisso do Sebrae/PR com os micro e pequenos negócios.

Blogs

Ver Todos os Blogs