Santo Antônio da Platina / PR33º21º18 de Agosto de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 18/08/2017

Edição ImpressaEdição 3422

Ler Jornal
MEMÓRIA VIVA

Casa da Cultura recebe exposição fotográfica

Comentar
Compartilhar
01 AGO 2017Por Dayse Miranda19h08

A Casa da Cultura Antônio de Freitas em Santo Antônio da Platina promove até o dia 20 a Exposição Fotográfica Memória Viva, com 32 retratos que reúnem três gerações de fotógrafos:  José Tanko, Paulo Tanko e Guilherme Tanko. As obras mostram um pouco da história do município, como vida cotidiana, eventos, esporte, prédios e patrimônios, música, religião, política e os belos ipês da avenida Oliveira Motta.

Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

O historiador João Paulo da Silva, que encabeçou a organização da mostra, conta que as imagens trazem uma ótima cronologia de Santo Antônio da Platina, inclusive com fotos da década de 30. A exposição marca o mês em que se comemora o aniversário da cidade. No dia 20 de agosto, Santo Antônio da Platina completa 103 anos de história.

Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

Silva revela uma de suas fotos favoritas no acervo fotográfico. A imagem que mostra um dos melhores sax sopranos do mundo, o norte americano Booker Pittman, que em meados do final da década de 50 rodou pelo Norte Pioneiro, quando viveu uma temporada em Santo Antônio da Platina. “É uma das minhas fotos favoritas. Saber que ele, um artista que tocou ao lado dos grandes nomes do Jazz, viveu uma temporada em nossa cidade”, explicou.

Outra foto histórica que está disponível na mostra tirada em 1955 é a imagem do primeiro fiel batizado em frente ao primeiro prédio da Congregação Cristã do Brasil, que foi construída em 1910 na Rua 24 de Maio. “Deixo meu convite à toda comunidade para participar e conhecer um pouco mais da história da cidade. Estaremos recebendo as escolas a partir de segunda-feira com agendamento programado. A entrada é gratuita. Estamos estudando a possibilidade de fazer a mostra itinerante após o dia 20, para levar o conceito de cultura para outros lugares”, explicou.

: Comissão Organizadora trabalhava na montagem dos retratos para exposição (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

Além das fotos, a mostra terá também máquinas fotográficas raras em exposição, avaliadas por colecionadores entre R$ 5 e R$ 20 mil. O evento é aberto para toda comunidade no hall de entrada da Casa da Cultura de segunda a sexta-feira, das 9 às 11 horas e das 14 às 16h30. Para visitas mediadas, basta entrar em contato com o Departamento de Cultura através do telefone (43) 3534-7250.

Mostra conta com exposição de câmeras fotográficas raras (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

 

Blogs

Ver Todos os Blogs