Santo Antônio da Platina / PR33º21º22 de Agosto de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 20/08/2018

Edição ImpressaEdição 3664

Ler Jornal
JACAREZINHO

Começa amanhã a 10ª Feira Internacional de Cafés Especiais

Comentar
Compartilhar
02 OUT 2017Por Da Redação19h10
Feira visa atrair mais de quatro mil visitantes durante os três diasFoto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

Com o objetivo de ser a vitrine dos cafés especiais produzidos na região, acontece entre os dias 4 e 6 a 10ª edição da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé), no Centro de Eventos de Jacarezinho. Os produtores e compradores de café são reunidos em rodadas de negócios, tendo ainda como atrativos como a exposição de máquinas e equipamentos para a cafeicultura, degustação de cafés especiais, workshops, palestras e relacionamentos dos membros dessa importante cadeia produtiva. Abertura oficial será na quarta-feira, 4, das 10 às 12 horas com a presença de parceiros e autoridades, onde será prestada uma homenagem e feita premiação ao produtor destaque em 2017 pela dedicação e resultados alcançados.

A feira já recebe em média quatro mil visitantes, na maior parte produtores de café, de três países durante os três dias de evento. São aproximadamente 60 marcas expositoras, gerando cerca de 5 milhões em negócios. A feira conta com 15 patrocinadores nacionais e mais de 30 compradores internacionais. A programação inclui 120 horas de conteúdo e debates, 30 workshops, palestras, laboratórios de experimentação, 30 sessões de cupping, mais de 500 xícaras provadas, cerca de 50 artigos e matérias publicadas nacionalmente e muito mais.

Concurso de Qualidade de Cafés

O Concurso de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná, organizado pela Associação de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp), Cooperativa de Café Especiais e Certificados do Norte Pioneiro do Paraná (Cocenpp), com apoio do SEBRAE/PR e da Comissão Julgadora, tem por objetivo selecionar microlotes de cafés especiais, da espécie arábica, provenientes da safra 2017/18. Os cafés devem ser processados por via seca (naturais) e por via úmida (descascados, despolpados ou desmucilados), produzidos pelos cafeicultores associados à ACENPP e/ou à COCENPP, e disponibiliza-los para comercialização durante a 10ª Edição da Ficafé.

Nas edições passadas o concurso chamou a atenção pela organização, elevada qualidade dos lotes finalistas, e pela grande importância que os produtores participantes dão a este evento. Na sua 4ª edição, o concurso registrou um dos recordes de pontuação, onde o lote vencedor da categoria “Café Natural” atingiu a nota de 90,00 pontos, segundo a metodologia de avaliação da SCAA (Specialty Coffee Association of America).

Para a 5ª edição, é certa a sequencia e progressão destes bons resultados, uma vez que a safra que se vislumbra foi gerada em mais um bom ano agrícola (2016-2017) em se tratando do clima, das boas práticas agrícolas que foram aplicadas pelos cafeicultores e pelo trabalho que vem sendo desenvolvido pela comissão organizadora do concurso, pela ACENPP, COCENPP e SEBRAE. Estima-se aproximadamente 50 lotes aprovados na primeira fase, gerando em torno de 4 toneladas de cafés de alta qualidade no total.

Blogs

Ver Todos os Blogs