Santo Antônio da Platina / PR33º21º23 de Outubro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 22/10/2018

Edição ImpressaEdição 3706

Ler Jornal

NA FALTA DE MOEDA DE 1 CENTAVO, PREÇO DEVE SER ARREDONDADO PARA BAIXO

Comentar
Compartilhar
23 MAR 2015Por Redação10h41
O preço estampado na vitrine é R$ 49,99. A sensação para o consumidor é que não custa nem "50 reais". Mas, pagando com uma nota de R$ 50, dificilmente a pessoa recebe (ou espera) o troco. Apesar de o Banco Central ter parado de fabricar as moedas de R$ 0,01 em 2004, o que dificulta o troco de valores quebrados, muitas lojas ainda adotam preços que terminam em R$ 0,9. "É uma estratégia de marketing. A loja não põe o preço cheio para criar o efeito psicológico no consumidor, que vê R$ 49,99 e tem a sensação de que não é R$ 50", afirma a advogada Maria Inês Dolci.

Blogs

Ver Todos os Blogs