Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Julho de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/07/2018

Edição ImpressaEdição 3641

Ler Jornal
BRASIL

Vídeo mostra onça que circulou no Palácio do Itamaraty, em Brasília

Comentar
Compartilhar
22 AGO 2017Por Por Renata Zago e Elielton Lopes, TV Globo e G1 DF17h16

magens do circuito interno de segurança mostram a onça de porte médio que circulou nas dependências do Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores em Brasília, na noite de segunda-feira (22). A suspeita é de que o animal tenha se assustado com o fogo de um incêndio próximo ao palácio e fugido para a área central do Plano Piloto.

As imagens das câmeras de segurança confirmam que o animal chegou a andar pela área interna de um dos anexos, na Esplanada dos Ministérios. As equipes do batalhão ambiental da PM fizeram buscas na garagem do prédio e na área externa até as 23h.

O comandante do grupamento ambiental diz suspeitar que o animal seja uma onça pintada ou preta, de porte médio e cerca de 60 kg. De acordo com a PM, o animal chegou a rondar uma área atrás do anexo II do Itamaraty – prédio conhecido como "Bolo de Noiva" pelo formato arredondado.

De acordo com a corporação, não houve registro de pessoas feridas ou ameaçadas diretamente pela onça, até aquele mesmo horário. Na hora do chamado, por volta das 21h30, a equipe da PM atendia a uma ocorrência em São Sebastião, a 23 km de distância. Quando os militares chegaram ao Itamaraty, cerca de 40 minutos depois, o felino já não estava na mira das câmeras de segurança.

Incêndio próximo

No início da noite, um foco de incêndio atingiu área de mata próxima ao Itamaraty, entre a Esplanada dos Ministérios e a Vila Planalto. Funcionários da pasta federal acreditam que a onça tenha se assustado com as chamas, e fugido em direção à área central de Brasília.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas consumiram uma área de 4 mil metros quadrados, em uma área próxima ao Palácio do Planalto – que fica a poucos metros do Itamaraty, do outro lado da Esplanada. Não houve registro de feridos.

De acordo com a PM, existe uma "rota de fuga natural" que sai dos anexos do Ministério de Relações Exteriores e segue em direção a uma área verde. Se a onça seguir nesta direção, as buscas devem ser encerradas sem captura.

Blogs

Ver Todos os Blogs