VIOLÊNCIA

Mulher é assassinada a marretadas em Carlópolis

4 DEZ 2017 • Por Da Redação • 19h25

Um crime brutal ocorrido na madrugada desta segunda-feira (4) chocou os moradores de Carlópolis. Osvaldo Teixeira, 41, assassinou a golpes de marreta a própria mulher, Maria Duarte Bento, 47, na localidade conhecida por Estrada do Monge, no bairro CTG.

De acordo com a Polícia Civil, o homem apontado como autor do homicídio foi denunciado pelo próprio irmão, Nivaldo Teixeira, que disse na Delegacia que o acusado teria confessado o crime a sua mãe pouco depois de cometer a barbárie.

Após ouvir a confissão do irmão, Nivaldo foi até a casa onde teria ocorrido o assassinato e encontrou o corpo da cunhada sobre a cama do casal.

Equipes da Polícia Militar de Carlópolis, Ribeirão Claro e Joaquim Távora foram até no local, onde se depararam com um grupo de pessoas exaltado que ameaçava linchar o autor do homicídio, que segundo informações, estaria na varanda da casa.

O acusado foi identificado e detido pelos policiais, que localizaram o corpo da vítima no interior da residência. O local foi isolado para os trabalhos da perícia e o recolhimento do cadáver ao Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho.

Conforme a delegada Silmara Revoredo Pereira, titular da unidade policial de Carlópolis, Osvaldo Teixeira confessou a autoria do crime. Segundo, ele, o homicídio teria sido motivado por um desentendimento com a mulher durante a madrugada. “Ele (Teixeira) disse que ambos ingeriram bebida alcoólica, e que após uma discussão com a companheira ele pegou uma marreta e a golpeou na cabeça. Um machado com vestígios de sangue também foi apreendido no local e será encaminhado para perícia. Há indícios de que a ferramenta também foi usada no crime, suspeita, porém, que o autor nega”, disse a delegada.

Com a prisão do assassino em flagrante e a confissão do crime a Polícia Civil encerrou o caso, que será remetido ao Ministério Público.