SAÚDE

Ministério da Saúde destina mais de R$ 700 mil para o Cinsorpi

3 JAN 2018 • Por Gladys Santoro • 21h24
Diretor do Cisnorpi Guilherme Costa - Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro, com sede em Jacarezinho, vai receber do Ministério da Saúde R$ 710 mil para serem aplicados em novos procedimentos, como cirurgias e exames, por exemplo. A notícia foi divulgada pelo diretor da instituição e ex-prefeito de Tomazina, Guilherme Costa.
Segundo ele, o valor já foi confirmado e publicado, mas falta a formatação exata da destinação dos recursos. “Sabemos apenas que o dinheiro é para incrementar a oferta de cirurgias, exames e consultas, mas ainda não temos em quais áreas”, explicou.
Costa se mostrou animado com a conquista e comentou que apesar de 2017 ter sido um ano difícil as prefeituras e consórcios, o Cisnorpi se saiu bem. “Não temos dinheiro sobrando, mas também não está faltando. Pagamos todos os nossos fornecedores e neste final de ano, quitamos salários e 13º de todos os funcionários”, comemorou.
Ao falar da atual situação financeira do Cisnorpi, Guilherme Costa recorda momentos complicados do consórcio em anos anteriores e fez um balanço do último ano.
“Confesso que quando aceitei o convite do presidente do órgão, o prefeito de Jacarezinho, Sérgio Emydio Faria, o Dr Sérgio, para assumir a direção do Cisnorpi ( Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro ) estava um pouco inseguro por se tratar de uma função nova e de tamanha responsabilidade. Hoje, praticamente um ano depois, estou certo de ter tomado a decisão correta, principalmente por estar contribuindo para a melhoria da saúde da nossa região”, disse.
Segundo o diretor, 2017 foi um ano de adaptação, de aprendizado  e de também infinitas  dificuldades, “mas principalmente de muitos bons frutos”. “ Agradeço ao Dr Sérgio pela autonomia e confiança em mim depositada, o que foi essencial no desempenho da minha função, agradeço o apoio incondicional e fundamental dos deputados da nossa região Luís Cláudio Romanelli e Pedro Lupion, agradeço ainda o governador Beto Richa, o secretário Estadual de Saúde Michele Caputo e o chefe da 19ª Regional de Saúde Alfredo Ayub, pela parceria de sempre. Agradeço também o deputado Federal Diego Garcia pela emenda destinada ao Consórcio”, disse sem esquecer de estender os agradecimentos a cada funcionário que compõe a equipe do Cisnorpi. “Essa valorosa equipe que me ensinou muito ao longo do ano e que é a verdadeira responsável pelos avanços que alcançamos em 2017”, afirmou.
Entre as conquistas que o Consórcio obteve e que refletem diretamente na população dos 22 municípios atendidos pelo órgão, Costa cita uma emenda parlamentar que será aplicada para  equipar ainda mais nosso consórcio; a finalização das obras da Unidade de Terapia Intensiva Adulta (UTI), do Hospital Regional do Norte Pioneiro, sediado em Santo Antônio da Platina, que irá dobrar o número de leitos na região (obra custeada pelo governo do Estado); a construção, já confirmada pelo governador Beto Richa, do Centro de Especialidades Médicas, em Jacarezinho, onde serão investidos cerca de R$ 9 milhões. A licitação deve ocorrer em breve, pelo Estado. “Conseguimos, enfim, habilitar a UTI neonatal do hospital regional e também o CAPS AD (centro que atende dependentes químicos de toda a região); contratamos mais profissionais médicos, ampliamos consideravelmente o números de consultas e de exames para os pacientes; Iniciamos um novo serviço de cirurgias – somente em 2017 foram realizadas cerca de 200 -, implantamos o pós atendimento para dar um melhor acolhimento aos nossos pacientes, que hoje já saem do consórcio com os exames e o retorno com data marcada”, resumiu.
O diretor Guilherme Costa ainda comentou que o recurso conseguido no Ministério da Saúde, através do ministro Ricardo Barros, foi inédito.  “Trata-se de um repasse inédito para os consórcios e isso demonstra uma nova visão do Ministério da Saúde em relação ao trabalho realizado pelos consórcios, o que me deixa muito confiante que 2018 será um ano ainda melhor”, avisou.
Entre os avanços em 2017, Costa fez questão de salientar a redução considerável do índice de mortalidade materno infantil na região, o que a deixa abaixo da média do Estado. “Essa constatação é muito gratificante para todos porque é o resultado de um trabalho árduo que envolve muita gente. Enfim, avançamos muito, sempre em parceria e com muito diálogo com os 22 municípios que compõem o Cisnorpi representados pelos seus prefeitos sempre dispostos a ajudar e pelos seus guerreiros secretários de Saúde que lutam dia a dia para dar um atendimento melhor para a população”, concluiu.
Guilherme Costa disse que assuntos como a estadualização do Hospital Regional e a inauguração da UTI adulta dependem de tratativas com o governo e credenciamentos, que são os trâmites legais que precisam ser cumpridos.