ESPORTES

Atleta é convocado para seletiva da seleção brasileira de voleibol

O atleta foi o único representante do Paraná selecionado para participar da seletiva

23 JAN 2018 • Por Da Assessoria • 18h53
João Vitor foi um dos 20 atletas selecionados para participar da seletiva da Seleção Brasileira de Vôlei - Divulgação

João Vitor Rosa Adriano, 16 anos, foi um dos 20 atletas selecionados para participar da seletiva da Seleção Brasileira de Voleibol. Os treinamentos acontecem de 24 de janeiro a 7 de fevereiro de 2018, em Saquarema, Rio de Janeiro.

O atleta Ribeiro-pinhalense começou no vôlei aos 9 anos, no projeto Vôlei Pinhal, passou pelo projeto Sesi Atleta do Futuro e também pelo projeto Vôlei em Rede – Núcleos Paraná, este último desenvolvido pelo Governo do Paraná em parceria com o Instituto Compartilhar.

O professor do Vôlei em Rede, Juliano Vicelli, que acompanhou os primeiros passos do atleta afirma que João Vitor sempre deixou claro o objetivo de ser um atleta profissional. “Desde o início, aos 9 anos, ele já se mostrou uma criança diferente dos demais, com foco, concentração e determinação para conseguir atingir os melhores resultados”. Vicelli comenta ainda que a posição de João Vitor nas equipes de Ribeirão do Pinhal era de ponteiro, que na linguagem do vôlei representa o jogador com maior domínio de todos os fundamentos da modalidade. “Acredito que o João está numa curva ascendente, tem um grande potencial e muita dedicação para se sair muito bem e ter importantes conquistas na carreira”, destaca o professor.

Atualmente João Vitor participa da Associação Vila Velha/Caramuru de Ponta Grossa, onde foi campeão dos jogos escolares do Paraná 2017, vice-campeão dos jogos escolares brasileiros de 2017, campeão do campeonato estadual infantil 2017 e eleito o MVP (melhor jogador) da competição. O atleta foi o único representante do Paraná selecionado para participar da seletiva.

Segundo informações da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), foram realizados acompanhamentos da CBV para avaliar, mapear e identificar atletas com potencial durante as competições de base em um trabalho de monitoramento junto aos clubes, onde os 20 atletas foram selecionados.