Varizes podem ficar mais doloridas no verão

Altas temperaturas contribuem para dilatação das veias, que provoca dor, inchaço e sensação de cansaço nas pernas. Solução pode estar na Castanha da Índia

30 JAN 2018 • Por Da Assessoria • 20h51

No verão, as altas temperaturas e a exposição ao sol podem contribuir para a dilatação das veias e agravar os sintomas das varizes. Mais do que um problema estético, a doença se caracteriza pelo mau funcionamento das pequenas válvulas que existem nas veias das pernas, o que torna o fluxo sanguíneo mais lento e causa dor, inchaço e sensação de cansaço, além de favorecer o surgimento de quadros de trombose.

A Castanha da Índia, graças à sua propriedade venotônica, pode ser uma grande aliada. “O extrato obtido das sementes ajuda no fortalecimento das paredes das veias, o que reduz a permeabilidade dos vasos capilares”, explica Olavo Rodrigues, farmacêutico clínico, mestre em Biotecnologia e superintendente de Desenvolvimento de Produtos e Assuntos Regulatórios da Natulab. Há também as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. “Com isso, é possível reduzir o inchaço das pernas e melhorar da circulação, contendo as varizes já existentes e inibindo a formação de novos vasos varicosos”, destaca.

No caso da insuficiência venosa crônica (funcionamento comprometido das veias das pernas), o uso da Castanha da Índia também pode ajudar a diminuir a sensação de peso nas pernas e as câimbras noturnas na panturrilha. “Há, ainda, evidências científicas do papel coadjuvante que a semente pode desempenhar em outras alterações vasculares, como tromboflebites e hemorroidas”. Como benefícios secundários, ela gera efeitos de bem-estar e estéticos positivos por contribuir com a redução do volume de líquido no espaço entre os tecidos (meio intersticial), e reduzir a retenção de líquidos nas pernas e tornozelos.

Os resultados do uso podem ser potencializados com a adoção de hábitos de vida mais saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de níveis adequados de sódio e gorduras, além da prática de atividades físicas, como caminhada, corrida, musculação e natação, que estimulam a circulação. “Essas condutas ajudam a prevenir a formação de radicais livres, facilitam a circulação e evitam a formação de processos inflamatórios, principalmente no sistema circulatório, o que contribui para uma boa saúde vascular e das pernas”.

SOBRE A NATULAB

A Natulab é líder em produção e venda de medicamentos fitoterápicos no Brasil, ocupa a 5ª posição no mercado OTC, e é a 16ª colocada do mercado farmacêutico no período de 12 meses, em unidades comercializadas, segundo o IMS Health. Fundada em 2000, em Santo Antônio de Jesus (BA), tem sede em São Paulo e unidade fabril na Bahia. Até 2019, tem como objetivo se tornar uma das dez principais empresas do País no mercado OTC em reais.

Em seu portfólio, possui uma linha de produtos com 300 apresentações, entre eles Varivax (Aesculus hippocastanum), Hidraplex (reidratante oral), Hidralyte (reidratante oral), StarforC (aspartato de arginina e ácido ascórbico) e Xarope de Guaco (Mikania glomerata).