Prefeito de Santana do itararé é o novo presidente da Amunorpi

Eleição aconteceu na manhã desta sexta-feira (23) na sede da entidade, em Santo Antônio da Platina

23 FEV 2018 • 11h25
Joás Michetti (PDT) irá presidir a Amunorpi até o início de 2019 - Júnior Queiroz

O prefeito de Santana de Itararé, Joás Ferraz Michetti (PDT), é o novo presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). A eleição aconteceu na manhã desta sexta-feira (23), na sede da entidade, em Santo Antônio da Platina.

Michetti foi aclamado em chapa única, e terá na primeira vice-presidência Sérgio Inácio Rodrigues (PDT), prefeito de Pinhalão, e a prefeita de Quatiguá, Adelita Parmezan de Moraes (PTB), na segunda vice-presidência.

Associação

A Amunorpi é uma entidade privada, que congrega 27 municípios, e foi criada para promover o desenvolvimento regional e gerenciar serviços que são utilizados por todos os integrantes. A associação é custeada com dinheiro público, uma vez que cada cidade repassa mensalmente um valor, equivalente a 3,5% do recebido pelo Fundo de Participação dos Municípios, além de gastos extras.

Operação Cheque em Branco

A maior operação do Ministério Público (MP) contra corrupção no Norte Pioneiro, batizada de Cheque em Branco, teve novos desdobramentos em 2017 com a propositura de 32 ações civis públicas e seis denúncias por lavagem de dinheiro, apropriação indébita e crime de responsabilidade, contra ex-prefeitos da região, funcionários e ex-presidentes da Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro). 
Desde 2015, quando a operação foi desencadeada, foram 41 ações civis públicas e 11 denúncias. Conforme o MP, os desvios praticados por meio da Amunorpi, entre 2010 e 2015, somam R$ 961 mil, o que em valores atualizados equivale a R$ 1,8 milhão. 

Transparência 

O até então presidente da Amunorpi, Mario Augusto Pereira, prefeito de Ribeirão Claro, afirmou que os escândalos envolvendo a entidade chocaram a região, causando grande desconforto. Ele assumiu a entidade em março de 2017 e destacou que está se empenhando para mudar a imagem deixada. "Desde que entrei apuramos outras informações e todas foram encaminhadas ao Ministério Público. Estamos colaborando com a Justiça." Ele disse ainda que a prestação de contas tem sido mais detalhada. "Não há mais cheque em branco, eu mesmo preencho todos os gastos e peço relatórios sobre a procedência dessas despesas."