JACAREZINHO

Comandante do 2º BPM participa de reunião na Câmara de Vereadores

Tenente-coronel José Luiz de Oliveira falou sobre ações e planejamentos desenvolvidos pela corporação

28 FEV 2018 • Por Da Redação com Assessoria • 20h47
Tenente-coronel José Luiz de Oliveira - Divulgação/PM

O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel José Luiz de Oliveira, participou na noite de segunda-feira (28) da sessão ordinária da Câmara Municipal de Jacarezinho, a convite do vereador Fúlvio Boberg (PMDB), para explanar os programas de Segurança Pública desenvolvidos no município. Oliveira apresentou dados relacionados às prisões realizadas, volume de drogas apreendidas, número de armas apreendidas, entre outros resultados no combate à criminalidade.

O comandante destacou a necessidade de intensificar o policiamento em alguns bairros da cidade, entre os quais se destaca o complexo do Aeroporto (Vilão Leão, Nossa Senhora das Graças, Jardim Paraíso).  “Estamos com um efetivo policial específico para policiamento nos locais mais críticos, além das equipes que realizam o policiamento rotineiro e atendem a demanda solicitada pelo 190 (Rádio Patrulha e Rotam/Canil), um modulo móvel composto por equipes policiais militares estará circulando por esses bairros em atendimento direto à comunidade, estreitaremos ainda mais nossa proximidade com população”, assegurou Oliveira.

O tenente-coronel também falou sobre o combate ao tráfico de drogas. “Sabemos que o narcotráfico possui tentáculos em outros crimes, principalmente de furtos e roubos, tornando a ocorrência destes últimos quase que necessários para sustentação do tráfico. Portando, sabemos o quanto é imprescindível combater o comércio de drogas. Para isso, a Agência de Inteligência do 2º BPM está efetivamente empenhada nessas situações”, disse o oficial.

Ainda durante as discussões para melhoria sobre a segurança pública em Jacarezinho, foi proposto pelo vereador Nilton Aparecido Stein, a instalação de câmeras de monitoramento na cidade, as quais seriam controladas por Policiais Militares, proposta essa que foi bem aceita pelo Comandante, o qual, inclusive, colocou à disposição Policiais Militares especialistas no assunto para viabilização do estudo e planejamento de instalação dos equipamentos.