RIBEIRÃO DO PINHAL

Vereadores Mirins da Legislatura 2018 são empossados em solenidade no plenário

7 MAR 2018 • Por Tábatha Karine Ribeiro Lopes • 19h07
Vereadores Mirins tomam posse e iniciam atividades em abril - Da Assessoria

Foram empossados na segunda-feira (05), os vereadores da primeira Câmara Mirim de Ribeirão do Pinhal, em sessão presidida pelo vereador Willian Antonio de Paiva (PSD), e acompanhada pelos vereadores da Casa de Leis. São eles: vice-presidente Emerson Gonçalves de Oliveira (PSC), primeiro-secretário Rodrigo Lanini Borges (PRB ), segundo-secretário Pedro Renildo Otávio (PP) e os vereadores Diva de Souza (SD), Hélio Lopes da Silva (PMN) e Reginaldo Terra (PR). Prestigiaram o evento o prefeito municipal Wagner Martins (PSD) e primeira-dama Carina Baron , os pais, amigos, diretores de escolas, professores e munícipes. Os novos vereadores prestaram juramento em voz alta e assinaram o termo de posse.

Vereadores mirins empossados: 

                           

 

A ex-aluna Maria Clara de Lima Miranda da Escola Estadual Rural Jeorgina Batista de Paula - mudou-se de cidade. Em breve, o suplente será convocado.

O projeto Câmara Mirim, instituído pela lei municipal nº 1848/2017, tem o objetivo  de promover a interação entre a Câmara Municipal e a escola, permitindo ao estudante participar do processo legislativo e compreender o papel do Legislativo Municipal dentro do contexto social em que vive, contribuindo assim para a formação de sua cidadania e compreensão dos aspectos políticos da sociedade brasileira.

Assim como a Câmara dos adultos, os vereadores mirins podem propor leis, requerimentos, moções e indicações, e também possuem um Regimento Interno regulamentado por resolução da Mesa Diretora nº01/2018. Os jovens parlamentares se reúnem mensalmente com as mesmas regras das sessões adultas.  As proposições indicadas na sessão mirim entram na pauta do legislativo, apresentadas pela mesa diretora, que faz o encaminhamento ao poder executivo municipal. O presidente Willian destacou que a iniciativa aproxima a comunidade do Poder Legislativo. Para ele, a Câmara Mirim é uma ação educativa, na qual estudantes de escolas públicas e privadas participam e passam a ter maior conhecimento e envolvimento com o parlamento e conscientização política.

Eleição

De acordo com a resolução  001/2018, no artigo nº 15, a eleição é realizada através de chapa, após a formação das chapas para concorrer a mesa diretora. Para o exercício de 2018 - houve a inscrição de uma única chapa, denominada "chapa um".

A composição da mesa diretora:

                       

 

Os vereadores mirins irão se reunir, na primeira segunda-feira do mês. A primeira sessão ordinária será realizada, no dia 02 de abril.