Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Outubro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 18/10/2017

Edição ImpressaEdição 3460

Ler Jornal
COMPRACAM

Tecpar celebra incubação do 100º negócio, o 1º de Jacarezinho

Comentar
Compartilhar
11 NOV 2016Por Redação18h28
A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) comemora a entrada da empresa que representa o 100º negócio incubado no Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a primeira da unidade de Jacarezinho. A empresa de TI Compracam, já instalada na Intec, assinou o termo comemorativo sexta-feira (11).

Os quatro sócios da Compracam, Pedro Domingues, Luís Samuel dos Santos, Rafael Macedo e Matheus Inácio, todos na faixa dos 25 anos, são formados na área de TI e moram em municípios do Norte Pioneiro. Ao participar de cursos em espaços de fomento ao empreendedorismo, eles perceberam uma dificuldade comum entre os microempreendedores individuais (MEIs): o uso de ferramentas de gestão.

AEN
Os quatro sócios da Compracam, Pedro Domingues, Luís Samuel dos Santos, Rafael Macedo e Matheus Inácio

Domingues explica que os MEIs que conhecia não utilizavam as ferramentas disponíveis no mercado por não conseguirem entender o seu funcionamento. Durante uma mentoria com um professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), eles receberam uma "provocação": por que não usar os conceitos de jogos de videogame para criar um sistema mais fácil para o usuário?

Foi com essa premissa que os amigos criaram a Compracam. "Até o final do ano vamos colocar para rodar o nosso sistema, no qual o cliente joga com as informações e isso vai o ajudar a gerir sua empresa como se estivesse jogando um videogame. É um mercado promissor e agora estamos em busca de investidores. Acredito que a incubadora vai nos ajudar neste desafio", pontua Domingues.

O Brasil tem hoje 6,5 milhões de pessoas cadastradas como MEI, sendo 370 mil só no Paraná, de acordo com dados da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (Sempe).

O gerente da Intec, Gilberto Passos Lima, explica que o negócio da Compracam é o 100º a ser incubado, o que não significa que ela seja a centésima empresa, pois houve, durante os 27 anos da incubadora, empresas que incubaram mais que um negócio. "Vamos ajudá-los a se aproximarem de investidores e apoiá-los na gestão da empresa e no acesso a crédito e fomento", salienta Lima.

O contrato de incubação foi assinado em Jacarezinho, onde foi apresentada ainda a nova plataforma do Parque Tecnológico Virtual do Paraná (PTV Paraná), que pretende atrair e fixar empresas de base tecnológica em todo território paranaense.

O lançamento da nova plataforma do PTV Paraná foi realizado durante o lançamento do Sistema Regional de Inovação (SRI) do Norte Pioneiro, que agrega os ativos tecnológicos de cinco cidades da região: Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Cambará, Andirá e Bandeirantes. A iniciativa, do Sebrae-PR, conta com o apoio da Seti e do Tecpar.

Intec

Empreendedores que queiram participar do programa de incubação do Tecpar podem fazer, ao longo do ano, a inscrição para concorrer a uma vaga em uma das duas unidades da Intec, em Curitiba e em Jacarezinho. São ofertadas vagas para a modalidade residente (quando a empresa fica nas dependências da Intec) e para a incubação não residente, quando o empresário não se instala na incubadora, mas conta com o apoio dos especialistas do instituto.

Podem participar do processo de incubação pessoas físicas, como universitários, pesquisadores e empreendedores que tenham um negócio inovador, ou ainda pessoas jurídicas.

Ao longo de 27 anos, a Intec já deu suporte tecnológico a 100 negócios. No momento, seis empresas passam pelo programa de incubação: Beetech/Beenoculus, Werker, i9algo, Invento Engenharia, Vuk Personal Parts e Compracam.

Blogs

Ver Todos os Blogs