Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Agosto de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 16/08/2018

Edição ImpressaEdição 3663

Ler Jornal
ANJOS DA LEI

Operação conjunta prende traficante de drogas em Japira

Ação para repressão ao tráfico de drogas nas cercanias de escolas prendeu 78 pessoas no Paraná

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2018Por Luiz Guilherme Bannwart com Polícia Civil16h55
LEGENDA: Operação Anjos da Lei resultou na prisão de 78 pessoas no ParanáFoto: Divulgação / Polícia Civil

José Augusto de Macedo, conhecido por ‘Zé Teta’, foi preso na tarde de quarta feira (13) em ação conjunta entre policiais civis e militares, em cumprimento a mandado de busca domiciliar expedido pela Justiça, em Japira. Com ele, as equipes encontram porções de maconha e outros objetos que apontavam para a prática do comércio ilícito de drogas. ‘Zé Teta’ vinha sendo investigado pela Polícia Civil por suspeição de envolvimento com o tráfico de entorpecentes.

 

A ação faz parte da Operação Anjos da Lei, desencadeada pela Polícia Civil em âmbito nacional, visando à repressão ao tráfico de drogas praticado nas cercanias de escolas, expondo crianças e adolescentes. Somente no Paraná, 78 pessoas foram presas.

 

“A prisão do traficante José Augusto de Macedo foi resultado direto da colaboração da população, que o denunciou pela prática do crime. Com essas informações, a equipe policial conseguiu apurar e tirar de circulação mais um criminoso", ponderou o delegado Pedro Dini Neto, titular da 37ª Delegacia Regional de Polícia de Ibaiti.

 

PARANÁ

 

No Paraná, 78 pessoas foram presas durante a operação policial deflagrada na quarta-feira com o objetivo de reprimir o tráfico de drogas nas imediações de 168 escolas de todas as regiões do Estado. A ação foi realizada simultaneamente em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Denominada Anjos da Lei – Fase Brasil/Sul 300, a operação cumpre 124 mandados judiciais de busca, apreensão e de prisão e envolveu 397 policiais civis paranaenses lotados no interior, capital e Região Metropolitana de Curitiba. Aproximadamente 150 quilos de maconha foram apreendidos, além de carros e armas.

 

A meta era atingir a área de 300 escolas nos três estados. De acordo com a Polícia, além da prevenção com palestras em escolas, ainda foi feito um trabalho de repressão com investigações e prisões de pessoas suspeitas de tráfico de drogas que atuavam próximos a escolas.

 

BALANÇO REGIONAL

 

No Rio Grande do Sul, a Polícia Civil gaúcha, até o momento prendeu 74 pessoas e 16 adolescentes foram apreendidos. 73 armas, 83 quilos de maconha, aproximadamente 400 gramas de cocaína, além de outros tipos de drogas também foram apreendidos.

 

Em Santa Catarina, 103 pessoas foram presas e cinco adolescentes apreendidos. 70 quilos de maconha, dez quilos de cocaína, outros tipos de drogas e 20 armas também foram apreendidas.

 

Todos os suspeitos presos durante a operação responderão pelo crime de tráfico de drogas, e outros, também foram autuados por associação ao tráfico. As pessoas presas vendendo entorpecentes nas imediações das escolas terão a previsão de aumento de pena de 1/6 até 2/3, conforme a Lei.

 

INTEGRAÇÃO

 

A Operação Anjos da Lei teve início no mês de março do ano de 2011, através do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Em 2016, passou a ser realizada por todos os departamentos da Polícia Civil gaúcha e, em 2018, contou com o apoio das polícias do Paraná e Santa Catarina.

 

“É no ambiente escolar que iniciamos um trabalho de prevenção, já que falamos diretamente com muitos jovens e crianças que são os alvos mais vulneráveis para a atuação e influência do tráfico de drogas, no consumo ou em atividade do tráfico”, assinalou o coordenador da operação no Paraná, o delegado-titular da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Riad Braga Farhat.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs