Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Agosto de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 16/08/2018

Edição ImpressaEdição 3663

Ler Jornal
REGIÃO

Polícia Ambiental resgata animais silvestres em situação de risco

Tamanduá-bandeira, cachorro-do-mato e pássaros silvestres receberam atendimento veterinário e retornaram à natureza

Comentar
Compartilhar
09 AGO 2018Por Luiz Guilherme Bannwart19h45
Cachorro-do-mato foi atropelado na PR-218, mas se recuperou e retornou para a naturezaFoto: Divulgação

Nos últimos cinco dias, vários animais silvestres em situação de risco foram resgatados pela Polícia Ambiental na região. Um tamanduá-bandeira, um cachorro-do-mato e pássaros silvestres apreendidos durante operações policiais receberam tratamento veterinário e retornaram à natureza.

 

De acordo com o comandante do 4º Pelotão de Polícia Ambiental de Jacarezinho, Claudio Henrique Cavazzani, o tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), fêmea, foi resgatado no dia 29 de julho no residencial Ilhabela, em Carlópolis. Provavelmente para se esconder de cães que o atacavam, o animal invadiu uma casa no condomínio, sendo necessária a presença de veterinários para sedá-lo e encaminhá-lo para cuidados especializados.

 

Na PR-218, no trecho entre Carlópolis e Joaquim Távora, um cachorro-do-mato (Cerdocyon thous) foi resgatado pela Polícia Ambiental após ser atropelado na rodovia. O animal estava muito ferido e foi levado a uma clínica veterinária em Joaquim Távora, onde também já estava sendo cuidado o tamanduá-bandeira capturado em Carlópolis. Segundo o médico veterinário Emerson José de Carvalho, o animal silvestre sofreu um corte profundo no braço e lesões neurológicas. Após 15 dias de tratamento, o cachorro-do-mato e tamanduá-bandeira foram soltos em uma área de reserva legal na região.

 

Pássaros silvestres apreendidos em operações policiais na região, também receberam cuidados veterinários e foram devolvidos à natureza. “Animais silvestres mantidos em cativeiro sem a devida licença é crime, e os responsáveis serão penalizados”, adverte o comandante do 4º Pelotão de Polícia Ambiental.

 

Informações ou denúncias envolvendo animas silvestres na região podem ser tratadas com a Polícia Ambiental através do telefone (43) 3525-4460.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs