Santo Antônio da Platina / PR33º21º20 de Setembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 17/09/2018

Edição ImpressaEdição 3683

Ler Jornal
ATROPELAMENTO

Inquérito vai investigar morte de Idosa que recebeu alta médica após atropelamento

Maria do Prado, de 83 anos, faleceu pouco depois de receber alta médica no Pronto Socorro Municipal

Comentar
Compartilhar
23 JAN 2018Por Da Redação19h32

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar as circunstâncias do atropelamento que resultou na morte de uma idosa de 83 anos no fim da tarde de segunda-feira (22), no centro de Santo Antônio da Platina. Conforme apurou a reportagem, Maria do Prado foi atingida por uma picape Fiat Fiorino (placas AZJ – 8263) no cruzamento das ruas Marechal Floriano Peixoto e Marechal Deodoro da Fonseca. O motorista Claudinei Coelho Neto prestou socorro à vítima.

A idosa foi atendida por equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros, e encaminhada ao Pronto Socorro com suspeita de fratura no braço direito e no quadril. Porém, segundo a equipe médica que atendia o plantão na unidade, as lesões não foram confirmadas e, por estar consciente e orientada a paciente foi medicada e recebeu alta.

Pouco tempo depois, no entanto, a idosa sentiu-se mal e entrou em óbito. Contudo, a causa da morte só será descoberta com o resultado da necropsia, que deve ser apresentado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho à Polícia Civil em até 30 dias.

De acordo com delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho, titular da 38ª Delegacia Regional de Polícia, foi instaurado inquérito pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e o motorista será intimado para prestar depoimento.

O delegado informou ainda que irá solicitar o prontuário de atendimento médico da paciente no Pronto Socorro. “Se houver indícios de desídia, o caso será reportado ao Conselho Regional de Medicina (CRM) e as providências cabíveis serão tomadas”, salientou.

 

 

Blogs

Ver Todos os Blogs