Santo Antônio da Platina / PR33º21º22 de Novembro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 21/11/2017

Edição ImpressaEdição 3481

Ler Jornal
JACAREZINHO

Câmara aprova 13º e terço de férias, dois vereadores se recusam a receber

Comentar
Compartilhar
24 OUT 2017Por Da Redação20h02
Foto: Divulgação CMJ

Os vereadores de Jacarezinho devem receber 13º e um terço de férias ainda este ano. Na noite de segunda-feira, 23, os parlamentares aprovam, em segunda votação, o Projeto de Lei do Legislativo nº 16/2017 que garante a eles os benefícios assegurados constitucionalmente pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que, em Recurso Extraordinário julgado no dia 1º de fevereiro deste ano, autorizou as câmaras de vereadores de todo o País a concederem o pagamento dos benefícios aos políticos.

Dois vereadores, Nilton Stein (PT) e Patrícia Martoni (PDT), apesar de terem votado a favor na primeira sessão, mudaram de ideia após consultar seus eleitores e apoiadores e votaram contra na segunda e última votação.

O professor Nilton Stein disse que tem um grupo político e que os integrantes o aconselharam a votar contra. Ele também disse que, embora o projeto tenha sido aprovado pela maioria,  não vai usar o dinheiro. “Ainda não sei o que vou fazer com esse dinheiro. Vou consultar o Tribunal de Contas do Estado para me informar qual a medida correta para abrir mão dele”, disse.

A vereadora Patrícia contou que também consultou seus apoiadores e esperou para ouvir a população sobre o assunto. “Votei contra na última sessão porque a medida não agradou a população. Estamos vivendo um momento de crise. Tem gente passando fome. Não me sinto bem sendo beneficiada agora. Fiquei noites sem dormir com medo de ser injusta. Não queria que pensassem que estou sendo demagoga, ou seja, voto contra, mas o projeto passa e eu também recebo. Agora vou dormir tranquila. Tomei a decisão correta”, afirmou salientando que não vai usa nenhum centavo do seu décimo terceiro salário. “Vou me reunir com a promotora do Núcleo Regional de Trabalho de Proteção ao Patrimônio Público do Norte Pioneiro  Kele Cristiani Diogo Bahena para que ela me oriente como fazer uma doação legal desse dinheiro. Quero fazer as coisas certas e maneira legal”, afirmou.

 Apenas 16 pessoas compareceram à sessão ordinária na sede do Legislativo para acompanhar a votação. Os vereadores Sidnei Francisquinho (PHS), Luiz Carlos do Nascimento (PDT), José Isaías Gomes (PT), Diogo Augusto Biato Filho (PSB), Edilson da Luz (DEM), Fúlvio Boberg (PMDB) e André de Sousa Melo (DEM) votaram favoráveis ao PLL.

A medida representará um adicional de R$ 38,7 mil com o pagamento do 13º aos parlamentares, enquanto que, com o terço de férias, o custo dos subsídios aumentará em R$ 12,9 mil. Cada vereador jacarezinhense recebe R$ 4,3 mil mensal.

Apesar da aprovação em duas votações na Câmara de Vereadores, o PLL nº 16/2017 ainda precisa ser sancionado pelo prefeito Sérgio Eduardo Emygdio de Faria (DEM).

 

 

O que te falta é dinheiro ou coragem? Todo grande empreendimento surge a partir de uma decisão.

Blogs

Ver Todos os Blogs
O que te falta é dinheiro ou coragem? Todo grande empreendimento surge a partir de uma decisão.