Santo Antônio da Platina / PR33º21º22 de Novembro de 2017
Jornal Tribuna do Vale - 21/11/2017

Edição ImpressaEdição 3481

Ler Jornal
Ribeirão Claro

Mario Pereira quer picape de luxo

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2017Por Da Redação18h49
Prefeito de Ribeirão Claro Mario PereiraFoto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

Numa manobra visivelmente para encobrir seu real objetivo, o prefeito de Ribeirão Claro, Mário Augusto Pereira (PSC), encaminhou à Câmara de Vereadores, na última segunda-feira (23), o Projeto de Lei 048/2017, pedindo autorização para abrir no exercício deste ano Crédito Adicional Especial no valor de R$ 2.864.513,04, visando legalizar a aplicação de recursos para a recuperação de 7,2 quilômetros de uma estrada rural e mais R$ 160 mil para a compra de um veículo para o gabinete do prefeito.

O que causou estranheza ao vereador Marcelo Molini (DEM), foi o fato de o prefeito ter incluído no projeto a compra de um carro de luxo, descrito como uma picape cabine dupla, numa visível manobra para desviar a atenção da comunidade. Antes que a matéria entrasse em pauta, Molini solicitou o desmembramento do projeto, afim de que população tome conhecimento de fato de como estão sendo aplicados os recursos do município. 

Na verdade Mário Pereira encaminhou três projetos. Os dois primeiros projetos, 046 e 047/2017 pedem autorização para inclusão de novas rubricas orçamentárias no exercício deste ano visando adequar o orçamento de 2017 aos novos projetos a serem executados. O terceiro, 048/2017 é o que chama atenção, pois vincula a compra de um veículo de luxo para o prefeito se locomover, a uma obra de porte como a restauração de uma estrada de mais de 7 quilômetros que liga a sede do município a vários empreendimentos turísticos, entre os quais o complexo de lazer e turismo conhecido como Tayayá.

A obra, possível graças a um convênio com o governo estadual, demandará investimentos de mais de R$ 2,7 milhões, dos quais, R$ 135 mil de recursos próprios. O empreendimento, que poderia trazer muito mais dividendos políticos ao prefeito, acaba figurando em segundo plano pelo fato do executivo vincular a compra de uma caminhonete cabine dupla no mesmo projeto de lei. Por conta disso, a matéria está parada no Legislativo, que analisa promover as mudanças sugeridas pelo vereador Marcelo Molini.

Prefeito ostentação

Este é o quarto mandato de Mário Pereira como prefeito de Ribeirão Claro. No seu segundo mandato, fazendo jus a seu estilo exibicionista, ele se desfez de uma velha picape adquirida por seu antecessor, João Calos Bonatto, seu atual vice, e comprou em nome do município o símbolo da ostentação à época, uma potente picape Ford F-1000 cabine dupla adaptada, já que naquela ocasião não havia produção de fábrica.

Nas reuniões da Amunorpi ele chegava exibindo sua prepotência, uma de suas características marcantes até hoje.

Moradores de Ribeirão Claro lembram até hoje sua exibição em pleno verão em Guaratuba, litoral paranaense, ao volante do veículo possante, comprado com o imposto pago pela população, do mais humilde contribuinte, aos mais abastados moradores. Anos depois, Mario Pereira quer repetir a história. Mais uma vez, o povo paga a conta.  

O que te falta é dinheiro ou coragem? Todo grande empreendimento surge a partir de uma decisão.

Blogs

Ver Todos os Blogs
O que te falta é dinheiro ou coragem? Todo grande empreendimento surge a partir de uma decisão.