Santo Antônio da Platina / PR33º21º16 de Julho de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 12/07/2018

Edição ImpressaEdição 3638

Ler Jornal
S.A.PLATINA

Nutricionista que também viajou ao Chile recebeu ‘salário’ sem descontos

Nayrana Vilas Boas acompanhou a arquiteta Mayara Martins, que teve os dias de férias descontados pela prefeitura. Vereador cobra explicações

Comentar
Compartilhar
09 JUL 2018Por Luiz Guilherme Bannwart22h23
Vereador Genivaldo cobra explicaçõesFoto: Antônio de Picolli

O vereador Genivaldo Marques (PSDB) deve protocolar, nos próximos dias, novo requerimento endereçado à Secretaria Municipal de Saúde cobrando esclarecimentos sobre o último pagamento, sem descontos, à nutricionista Nayrana Chagas Vilas Boas pelos serviços prestados ao município no período em que ela se ausentou da cidade em razão de uma viagem de férias ao Chile (no início de junho) na companhia da arquiteta Mayara Garcia Martins, que teve os dias descontados do salário pela prefeitura.

Para o vereador há indícios de irregularidade no processo de pagamento à nutricionista. “A Nayrana possui contrato de credenciamento com a prefeitura, e qualquer alteração deve ser feita através de aditivo, o que parece não ter ocorrido na autorização para sua viagem ao Chile conforme o histórico de empenho no período em questão. O documento diz: nutricionista 20 horas semanais 30 dias mês no CSU (Centro Social Urbano) – período 10/05/2018 à 09/06/2018. Sendo assim, o processo estaria irregular”, avalia.

Genivaldo Marques disse que ao consultar o Portal do Município na sexta-feira (6) ele verificou que a arquiteta Mayara Garcia Martins teve os dias de férias descontados, conforme já havia antecipado o prefeito José da Silva Coelho Neto (PHS), o Professor Zezão, após a polêmica em torno do assunto. No entanto, segundo o vereador, a surpresa veio ao consultar o pagamento à nutricionista Nayrana Vilas Boas. “A Mayara é cargo comissionado, e só teve o desconto (R$ 2.218,90) no salário porque denunciamos a irregularidade. No caso de contrato por credenciamento, conforme fui informado, o profissional não tem direito a férias e não pode se ausentar da função sob pena de rescisão, a menos haja um aditivo para legalizar o processo. É isso que precisa ser explicado pela Secretaria Municipal de Saúde em relação à nutricionista Nayrana”, cobra o vereador.

De acordo com o Portal da Transparência, a nutricionista Nayrana Chagas Vilas Boas mantem contrato de credenciamento com o município válido para o período de janeiro a julho de 2018. O documento estabelece pagamento no valor de R$ 15 mil pelos serviços prestados pela profissional ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), sendo R$ 2,5 mil mensal. O último empenho foi feito no dia 22 de junho e o pagamento ocorreu três dias depois (25/06).

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem, a diretora municipal de Saúde, Gislaine Galvão, informou que não há irregularidades nas 'férias' concedidas à nutricionista Nayrana Chagas Vilas Boas, e que os questionamentos feitos pelo vereador Genivaldo Marques já foram respondidos por meio de requerimento que ele mesmo protocolou recentemente na Secretaria de Saúde, o qual, segundo ela, foi encaminhado ao Legislativo.

A diretora explicou que a viagem da nutricionista ao Chile já estava marcada “há muito tempo”, e que Nayrana comunicou a Secretaria Municipal de Saúde, por meio de ofício, sobre seu afastamento no período. Gislaine salientou que a nutricionista antecipou as horas de trabalho para cumprir o contrato que mantêm com a prefeitura, e que o município foi assistido por outra profissional durante sua ausência.

Blogs

Ver Todos os Blogs