Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Agosto de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 16/08/2018

Edição ImpressaEdição 3663

Ler Jornal

Perseguição política do Executivo a projetos de Requião Filho derruba criação de Brigada Cidadã no P

Deputado denuncia que esta não é a primeira vez que isto acontece com um de seus projetos.

Comentar
Compartilhar
12 JUN 2018Por Assessoria de Imprensa18h45
Foto: Divulgação

Preocupado com a segurança da população em caso de grandes catástrofes ou acidentes, o deputado estadual Requião Filho (PMDB) defende na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei para criar nos municípios paranaenses a Brigada Cidadã. A ideia é oferecer aos cidadãos civis, por meio do Corpo de Bombeiros, um curso de capacitação à população para atendimentos emergenciais, primeiros socorros e prevenção de acidentes.

 

"Os momentos após um acidente, principalmente as duas primeiras horas, são as mais importantes para se garantir a recuperação ou a sobrevivência de pessoas feridas. No caso de locais remotos e de difícil descolamento de equipes de resgate especializadas, a própria população local pode auxiliar e prestar o primeiro atendimento. Porém, sem conhecimento técnico, esta ajuda pode ser desastrosa", justificou o deputado.

 

O projeto, que se estende também ao conhecimento básico à população para atendimento a vítimas de infarto, acidente vascular cerebral, afogamento, acidentes de pequenas ou grandes proporções, foi vetado pela Comissão de Constituição e Justiça – CCJ, esta semana, na Assembleia Legislativa do Paraná. O voto contrário ao projeto foi liderado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli, da bancada governista. Requião Filho denuncia que esta não é a primeira vez que isto acontece com um de seus projetos.

 

“Já foram vários e eles não deixam passar por problemas de assinatura, de vaidade. Se fosse de algum deputado da base do Governo, certamente já teriam aprovado. Isso se chama perseguição política e descaso com o interesse público”, acusou Requião Filho.

 

No ano passado, o então Governador Beto Richa também vetou um Projeto do Deputado aprovado na Assembleia que instituía Semana da Literatura Paranaense nas Escolas. A alegação foi de que o projeto assinado pelo Deputado Requião Filho não seria de interesse das Escolas.

 

“Causa estranhamento, pois o projeto foi amplamente elogiado e aprovado pelos deputados da Casa. Um projeto que promove a cultura e valoriza os nossos escritores, infelizmente, ficará de fora do calendário escolar. E, para a surpresa de todos, pouco tempo depois, o Governo lançou um projeto similar no Estado; o mês da Literatura Paranaense. Não é de duvidar que daqui a pouco, lancem a Brigada Cidadã, conforme a minha proposta, mas com outro nome”, lamentou Requião Filho.


Blogs

Ver Todos os Blogs