Santo Antônio da Platina / PR33º21º22 de Setembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 21/09/2018

Edição ImpressaEdição 3686

Ler Jornal
ELEIÇÕES 2018

Richa sinaliza que deve cumprir mandato e não disputar Senado

Comentar
Compartilhar
08 JAN 2018Por Bem Paraná19h09

O governador Beto Richa (PSDB) indicou, em entrevista publicada nesta segunda-feira (8) pelo jornal O Estado de São Paulo, que deve cumprir o mandato até o final, e não deixar o cargo em abril para disputar uma vaga no Senado. A declaração contraria previsão feita nas últimas semanas pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), que deu como certa a saída de Richa para candidatar-se ao Senado. Barros conta com a desincompatibilização de Richa para que sua esposa, a vice-governadora Cida Borghetti (PP), assuma o governo e concorra à reeleição com o apoio do atual governador.

“Eu ainda não sei. Porque o melhor momento do meu governo é agora. A casa está em ordem, fizemos todo o ajuste fiscal, o equilíbrio das contas públicas, tem muito investimento acontecendo. Mas a minha tendência é continuar até o final do governo. Tenho pensado seriamente nessa hipótese”, afirmou o tucano.

Richa afirmou ainda que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), é o único capaz de vencer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pela Presidência da República. “O Lula tem uma rejeição considerável. Numa eleição indo para o segundo turno conta-se mais a rejeição do que a intenção de votos. Entre os candidatos que se apresentam agora, o Alckmin é mais equilibrado, é o que oferece segurança ao eleitor brasileiro num momento de muita turbulência, oferece uma proposta segura, de uma pessoa equilibrada, experiente. Ninguém vai querer apostar numa aventura, num retrocesso, naquilo que fez muito mal para o País”, avaliou.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs