Santo Antônio da Platina / PR33º21º17 de Janeiro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 11/01/2018

Edição ImpressaEdição 3514

Ler Jornal
PREVENÇÃO

Este ano, Santo Antônio da Platina só apresentou um caso de dengue

Comentar
Compartilhar
23 NOV 2017Por Gladys Santoro com informações da SMS19h11
Fumacê é um das medidas de bloqueio realizada na região onde surgem casos positivosFoto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

A Secretaria Municipal da Saúde divulgou ontem, os números da dengue em Santo Antônio da Platina. Em 2017, houve  63 notificações de dengue, três de Chikungunya e nenhuma de Zika. Durante o ano todo, apenas um caso de dengue foi confirmado, mesmo assim importado, ou seja, o paciente adquiriu a doença em outra cidade.

Em todo esse período, apenas o mês de maio foi considerado de médio risco, com índice de 2,2, considerado Alerta. Em setembro, o índice caiu para 0,6, considerado baixo e portanto, Satisfatório,  e em novembro, houve nova alta- 1,6, de médio risco- Alerta.

Esses valores são conseguidos através do LIRA – Levantamento de Índice Rápido. O Programa Municipal de Controle a Dengue realiza ações preconizadas pela  Diretriz Nacional para Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue. Considera-se satisfatório o índice abaixo de 1%. 

O LIRA é realizado três vezes ao ano (a cada quadrimestre). A pesquisa de larvas nos pontos estratégicos são quinzenais. Nesses momentos são realizados tratamentos  do foco e dos resíduos.

Se detectada a presença do vetor em um ponto estratégico é realizada a delimitação do foco com remoção de criadouros num raio de 150 metros do local. Se o foco for considerado positivo, ou seja, com presença do mosquito infectado é feito o bloqueio na região.

Também são feitas visitas bimestrais com orientação e remoção dos criadouros em todos os imóveis urbanos (residências, comerciais, terrenos baldios) e infraestrutura publica (praças, bueiros, jardins).

A Secretaria também mantém ações permanentes de combate ao vetor, como palestras educativas nas escolas, exposições práticas durante o Mutirão da Cidadania, inclusive com alerta sobre o surgimento de escorpiões, divulgação com cartazes em toda a cidade para mobilização da população. Em 2017, foram realizadas cerca de 80 palestras nas escolas sobre o combate à dengue e outras doenças transmitidas pelo mesmo mosquito. 

A Secretaria da Saúde também avisa que está aberta a sugestões voltadas ao combate à dengue e avisa que casos de focos podem ser denunciados na Ouvidoria, pelo telefone 3534-5724.

Quem preferir também pode acessar o facebook da Secretaria da Saúde perlo endereço

https://www.facebook.com/saudesap/

Blogs

Ver Todos os Blogs