Santo Antônio da Platina / PR33º21º19 de Novembro de 2018
Jornal Tribuna do Vale - 13/11/2018

Edição ImpressaEdição 3722

Ler Jornal
SUPERAÇÃO

Platinense conquista título em ultramaratona

Yosef Villela Gadala tornou-se o primeiro atleta do norte do Paraná a concluir prova de 75 km

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2018Por Luiz Guilherme Bannwart18h40
Yosef Gadala concluir ultramaratona de 75 km no litoral paulistaFoto: Antônio de Picolli

O platinense Yosef Villela Gadala, 42, tornou-se o primeiro atleta do norte do Paraná a completar uma ultramaratona. No sábado, dia 20, ele concluiu a prova de 75 km no litoral paulista (Bertioga – Maresias), após nove horas de muito esforço físico e mental.

 

A prova reuniu 300 atletas, dos quais 296 concluíram o percurso. Gadala terminou na 146ª posição no geral, e na 59ª na categoria até 42 anos. “Foram sete horas de muita resistência, mas me preparei muito para isso e felizmente consegui concluir a prova. Tudo isso também só foi possível graças aos meus patrocinadores e colaboradores, em especial amigos como o Serginho e família, Raimundo e José Nilton”, agradece o atleta.

 

A paixão pelo atletismo começou há 11 anos, em Santo Antônio da Platina. Os treinamentos intensos levaram Gadala a participar de corridas por todo o país. No currículo do atleta, provas do Circuito Sesc (10 km), Meia Maratona de São Paulo e do Rio de Janeiro (por seis e três vezes, respectivamente, percurso de 21 km), Maratona Internacional de São Paulo (por quatro vezes, percurso de 42 km) e, entre 2009 e 2016, a Corrida de São Silvestre (15 km).

 

Os eventos esportivos renderam ao platinense uma coleção de medalhas. Segundo ele, até então a mais importante era que conquistou na Meia Maratona Internacional de São Paulo, quando concluiu a prova na 137ª posição na classificação geral em meio a dois mil atletas. Contudo, a medalha da ultramaratona é a da superação, que agora Gadala exibe com muito orgulho como forma reconhecimento de sua dedicação ao esporte.

 

Este ano, Gadala decidiu não participar da Corrida de São Silvestre para dedicar-se aos treinamentos. Ele pretende correr 67 quilômetros por semana para melhorar o desempenho na Ultramaratona Bertioga – Maresias marcada para outubro de 2019. A meta do atleta é concluir a prova em menos de 7 horas, o que o colocaria no pódio em sua categoria.

 

Blogs

Ver Todos os Blogs